O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE O PERDÃO?

  POR RODRIGO H. C. OLIVEIRA



Perdoar não é uma opção para o cristão, mas uma ordem. Certa vez o apóstolo Pedro perguntou a Jesus: "Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete?" Ao passo que Jesus respondeu: "Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete" - Mateus 18.21,22

Devemos, portanto, perdoar sempre! Perdoar em verdade e sinceridade, perdoar como um ato do coração e não como a expressão de simples palavras jogadas ao vento. É certo que perdoar não significa "esquecer", mas abrir mão de um direito ou declarar como paga uma dívida. O perdão é doador e misericordioso, é através dele que estabelecemos a paz. Paz com o próximo e também para com Deus:

"Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós;
Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas" - Mateus 6.14,15


JOSÉ, UM MODELO DE PERDÃO

José havia sido vendido por seus irmãos. A causa? Inveja. No entanto, mesmo após ter sido rejeitado, humilhado, vendido e feito escravo, José não guardou rancor nem amargura para com eles: "Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos pese aos vossos olhos por me haverdes vendido para cá; porque para conservação da vida, Deus me enviou adiante de vós" - Gênesis 45.5

Agindo com misericórdia, José os perdoou e dividiu com eles a sua prosperidade, provendo-lhes sustento e provisão. Não foi assim também conosco? Apesar de não merecermos, Deus repartiu conosco a sua misericórdia e bondade. Nosso Pai, que está nos Céus, nos perdoou com atitudes - enviando o próprio Filho por amor de nós. Muito embora tenhamos pecado contra Ele, nos ofereceu perdão.


PERDÃO, A MARCA DA VIDA CRISTÃ

"Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros" - João 13.34,35

Se realmente somos discípulos de Jesus o amor habita em nós. Para sermos verdadeiros cristãos precisamos amar uns aos outros da mesma forma como fomos amados por Ele. O amor nos torna aptos a perdoar e agir com misericórdia. Lembremos também do conselho do apóstolo Paulo: "Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem" - Romanos 12.21

Quando agimos com bondade para com os nossos inimigos não estamos justificando as suas transgressões, mas evidenciando o amor e a graça que nos enche o coração. Afinal, somos imitadores de Cristo, e foi exatamente isso o que Ele fez por nós.

"... e perdoando-vos uns aos outros, caso alguém tiver motivo de queixa contra o outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição" - Colossenses 3.13,14


O PERDÃO É UM ATO DA VONTADE

"O perdão envolve tanto atitudes como ações. Se você acha difícil perdoar aqueles que feriram você, tente reagir com ações gentis. Se for apropriado, diga a essa pessoa que você gostaria de curar esse relacionamento. Estenda a ela uma mão de ajuda. Envie a ela um presente. Sorria para ela. Muitas vezes você descobrirá que as ações corretas resultam em sentimentos corretos".¹


CONCLUSÃO

Distribuir o perdão nem sempre é fácil, mas nada é impossível para aquele que crê. Em Deus podemos buscar forças para o cumprimento de seus propósitos. Busque a Deus para que Ele trabalhe em seu interior e transforme seu temperamento. Procure resolver a situação e peça a Ele sabedoria para lidar com o assunto. Evite falar abertamente com terceiros sobre o tema, não devemos agir nunca com um espírito de fofoca.

Caso você seja o devedor, procure ser humilde e peça perdão. "Uma das piores coisas para a pessoa ofendida é quando o ofensor dá uma longa lista de desculpas, mas não assume a responsabilidade pela falta. Poucas palavras podem ser muito mais úteis do que um longo discurso. Diga: Eu errei, perdoe-me, não quero mais fazer isso e quero corrigir minha falta".²

"Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós,
Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo" - Efésios 4.31,32


Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo!


Obs: Gostou desse conteúdo? Leia também "A PARÁBOLA DO BOM SAMARITANO" clicando aqui.

FONTE

¹ Manual da Bíblia de Aplicação Pessoal. CPAD, p. 634.
² Uns Aos Outros, Lições Bíblicas. Editora Cristã Evangélica, p. 39.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Temas

Topo