DAVI TIPO DE JESUS

POR NILDO OLIVEIRA
DAVI TIPO DE JESUS

Somente através do exame das escrituras e verificando a história dentro do seu devido contexto alcançaremos o discernimento necessário para compreendermos as comparações entre a vida de Davi e de Jesus (João 5:39).

DAVI PODE SER TIPO DE JESUS? 

Você pode questionar: Como um homem que adulterou e assassinou seu próximo para ficar com sua mulher pode ser tipificado como Cristo? 

A resposta é que "naquilo onde Davi não pecou podemos apontar para Cristo". Outro detalhe é que Davi não serviu a Deus em momentos isolados de sua vida, mas adorar ao Senhor era seu estilo de vida. Cada passo, atitude e ação seus eram colocados diante de Deus e foi isso que o fez um homem segundo Seu coração. O erro de Davi em adulterar com Bate-seba não anula suas obras anteriores e não o desclassifica como servo de Deus.

DESENVOLVIMENTO

Sabemos que Jesus, como Deus que sempre foi, tem perfeições divinas, que chamamos de Atributos Comunicáveis e Incomunicáveis. E muitos dos atributos comunicáveis podemos perceber na vida do rei Davi, que confirmam o tipo de Cristo em seu viver.

Nomeamos 14 semelhanças proféticas de Davi com o nosso Senhor Jesus, Vejamos:

1)- Davi Nasceu em Belém; (1Sam.16:1,4); 
Jesus nasceu em Belém; (Mt 2,1 cfr. 2, 5.6.8.16) (Lc 2, 4.15).

“Na cidade de Davi vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. Isto vos servirá de sinal: Achareis o menino envolto em panos e deitado numa manjedoura.” (Lucas 2:11,12).

Comentário:
Setecentos anos antes Miqueias profetizou a este respeito (Miquéias 5:2). O Messias deveria ser da descendência de Davi, (Isaías 9:7; 11:1-4; Mt 1:1-16), e denominado “Filho de Davi” (Mateus 15:22; 20:31).

2)- Davi era pastor de ovelhas e arriscou sua vida pelas ovelhas de seu pai; (1 Sam.17:34-35);
Jesus foi o bom pastor que entregou sua vida pelas ovelhas. (Jo. 10:11)

Há uma referência profética bem tocante referindo-se a Davi como pastor: “E levantarei sobre elas um pastor... o meu servo Davi é que há de apascentar; ele lhes servirá de pastor” (Ez 34.23).

Comentário:
As ovelhas precisavam de constante proteção porque nos tempos bíblicos, havia muitos perigos para o rebanho, da parte de animais selvagens saídos das florestas que ladeavam o desfiladeiro do rio Jordão. Leões e ursos eram comuns (Jz 14.8; 2 Rs 2.25), e as aventuras de Davi para proteger os seus rebanhos também eram comuns (1 Sm 17.34-36). Amós descreve um pastor que tentou tirar uma ovelha da boca de um leão (Am 3.12). Hienas e chacais também abundavam. Não foi acidentalmente que Jesus afirmou que o bom pastor tinha de dar a vida pelas ovelhas (Jo 10.11). O pastor tinha de lutar, porque era seu dever aos proprietários por quaisquer perdas incorridas (Gn 32.39; Êx 22.10-13). (GOWER, p. 135).

3)- Davi em diversos momentos agiu com misericórdia. Com Saul (2Samuel 24:1-7),  com Mifibosete (2Samuel 9:7); 
Jesus foi misericordioso para conosco permitindo que nos assentássemos com ele a mesa todos os dias e recebêssemos as suas bênçãos. (Mateus 26:26)

4)- Davi derramou lágrimas por Absalão desejando ter morrido em seu lugar. (2Samuel 18:33);
Jesus derramou lágrimas por Lázaro ao saber de sua morte. (João 11:35-36)

5)- Davi começou a reinar sobre Israel aos 30 anos. (1Samuel 5:4). Jesus começou Seu ministério aos 30 anos. (Lucas 3:23)

6)- Davi derramou muito sangue (1Crônicas 22:8); Jesus derramou o próprio sangue (1Pedro 1:19);

7)- Davi matou milhares (1Samuel 18:7); Jesus salvou milhões.

8)- Davi comandava legiões de homens (1Crônicas 12:22-38)Jesus comanda legiões de anjos (Mateus 26:53).

9)- Davi foi ungido por Samuel (1Samuel 16:13); Jesus foi o ungido de Deus (Lucas 4:18-19, Atos 10:38).

10)- Davi cortou a cabeça do gigante para livrar o povo de Israel (1Samuel 17:51); Jesus esmagou a cabeça da serpente para salvar a sua igreja amada (Romanos 16:20, Gênesis 3:15).

11)- Davi foi rejeitado, esquecido e traído pelos seus (2Samuel16:20-22, 19:8-9); Jesus veio para os seus e os seus não os receberam (João 1:11).

Comentário:
Quando Samuel convocou a reunião dos filhos de Jessé para ungir um rei escolhido por Deus, Jessé não se lembrou de Davi. Esqueceu-se dele ou pensou que não era necessária sua presença (I Sm 16.10,11). É semelhante a Jesus. Davi era considerado sem importância para ocasiões especiais. Jesus Cristo foi desprezado pelos homens que não fizeram dele caso algum (Is 53.2 e 3).

12)- Davi era o menor da casa de Jessé, foi ungido (escolhido) de Deus, tornando-se o maior em Israel. ( 1 Sam. 16:11-12); O Senhor Jesus, na forma de homem fez-se o menor e, foi ungido (escolhido) de Deus que o tornou maior no reino de Deus. (Lc. 9:48b.) ( Filipenses 2:7-11).

13)- Davi significa amado; Jesus é o filho bem amado de seu Pai (Mateus 3:17).

14)- Davi trouxe a Arca da Aliança (símbolo da presença de Deus) (2Samuel 6:17); Jesus é Deus no meio do seu povo (João 1:1). Seu nome será Emanuel "Deus Conosco". (Mateus 1:23)

JESUS NA CANÇÃO DE DAVI

Podemos ver Jesus profetizado na canção de Davi no final da sua vida (2 Samuel 22:2-51). Ele canta sobre a sua rocha, fortaleza e libertador, seu refúgio e salvação. Jesus é a nossa Rocha (1 Coríntios 10:4, 1 Pedro 2:7-9), o Libertador de Israel (Romanos 11:25-27), a fortaleza para qual “já corremos para o refúgio, a fim de lançar mão da esperança proposta” (Hebreus 6:18) e o nosso único Salvador (Lucas 2:11; 2 Timóteo 1:10).

CONCLUSÃO

Há muitas outras comparações, mas há também algo a observar. Davi era um bom rei, poderosamente usado por Deus, mas ele não era um rei perfeito. A Escritura não esconde os erros ou pecados de Davi de nós. Jesus é único, porque ele não é apenas um bom rei, ele é o Rei perfeito. Ele não é apenas um bom pastor; Ele é o pastor perfeito, que deu a sua vida por nós.  Jesus não reinou e depois deixou de reinar. O reino de Jesus é sem fim. Ele reina para sempre. (Lucas 1:33)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo