A IGREJA DE CRISTO

POR NILDO OLIVEIRA
A IGREJA DE CRISTO

"Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja". Efésios 5.32


INTRODUÇÃO

Queridos irmãos, é de grande importância ter uma compreensão bíblica a respeito da natureza da Igreja de Cristo. Hoje, há algumas ideias equivocadas quanto á algumas instituições que se chamam "igrejas". Muitos confundem a Igreja de Cristo com tais instituições. Um dos objetivos deste estudo é exatamente esclarecer essa questão. O que é a Igreja de Cristo?  Qual o papel do membro dentro do Corpo de Cristo?

O nosso desejo é que todos possam compreender melhor o maravilhoso privilégio de pertencer ao Corpo de Cristo, a Igreja do Senhor.


I - A PALAVRA IGREJA

O termo igreja vem do grego ekklesía, que significa no literal, "chamado para fora", do verbo grego ekkaleo, "chamar, convocar" usada para designar “ajuntamento” dos cidadãos de uma localidade (At 19.32,41).

Com isso podemos afirmar que a igreja é um conjunto de pessoas chamadas por Cristo para fora do mundo a fim de pertencer a Jesus “Entre as quais sois também vós chamados para serdes de Jesus Cristo” (Rm 1.6), ter comunhão com Ele “Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados para a comunhão de seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor” (1 Co 1.9) e fazer parte da família espiritual de Deus “Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos Santos e da família de Deus” (Ef 2.19).


II - DEFINIÇÕES BÍBLICAS

A palavra nos ensina que a Igreja é a assembleia universal dos santos de todos os lugares e de todas as épocas, cujos nomes estão inscritos nos céus: "À universal assembleia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados" (Hb 12.23).

A Igreja foi fundada por nosso Senhor Jesus, pois Ele mesmo disse: “sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mt 16.18). Essa pedra é o próprio Cristo: “Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina” (At 4.11), tendo a doutrina dos apóstolos por fundamento e Jesus a principal pedra de esquina: “edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina” (Ef 2.20).

Além da palavra nos ensinar que ela é a assembleia universal dos crentes em Jesus, o termo “igreja” refere-se a um grupo de crentes em cada localidade geográfica “à igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso” (1 Co 1.2). A Igreja é una e indivisível: um só corpo, um só Espírito, uma só fé e um só batismo “Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação; um só Senhor, uma só fé, um só batismo” (Ef 4.4-5).


III - TERMOS USADOS PARA IGREJA 

Há diversos termos no Novo Testamento para descrever a Igreja de Cristo, Como:

• O Corpo de Cristo - “o constituiu como cabeça da igreja que é o seu corpo” (Ef 1.22,23);

• O povo de Deus - “e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo” (2 Co 6.16);

• A Família de Deus - "Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus" (Efésios 2:19);

• O Israel de Deus - "E a todos quantos andarem conforme esta regra, paz e misericórdia sobre eles e sobre o Israel de Deus" (Gálatas 6:16);

A noiva de Cristo - “Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo” (2 Co 11.2);

• A esposa do Cordeiro - “Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória, porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou” (Ap 19.7).


IV - IGREJA,UMA SÓ


A Igreja de Cristo é apenas uma, ou seja, ela é uma comunidade indivisível (Romanos 12:5; 1 Coríntios 10:17; 12:12,13; Gálatas 3:28). É um só corpo constituído por membros de todas as nações, raças e línguas.

"Á igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo" (1 Coríntios 1:2).

A Igreja de Cristo descrita nas Escrituras consiste de todos os que são salvos e, portanto, unidos pelo mesmo Espírito ao Corpo de Cristo. “Há um só corpo e um só Espírito… Um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós” (Efésios 4:4-6).

A Igreja de Cristo não está fixada ou limitada em certo lugar, mas está espalhada por todas as partes. No entanto, ela “está integrada e unida, de coração e vontade, no mesmo Espírito, pelo poder da fé”. A Igreja de Cristo se orienta segundo a Palavra de Deus, rejeitando tudo o que é contrário a ela, e mantendo pura a pregação do Evangelho, honrando e reconhecendo sempre Cristo como o Cabeça dela.

A unidade da igreja não é eclesiástica, denominacional nem organizacional, mas Espiritual. Estamos ligados ao precioso Sangue de Cristo.


V- ORDENANÇAS PARA A IGREJA

Os elementos que identificam a igreja de Cristo são duas ordenanças dadas especificamente por ordem do Senhor Jesus, que são:

1- Batismo nas águas: "Portanto ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo" (Mt 28.19). O batismo em águas é o rito que simboliza a nossa união com Cristo e é a nossa confissão pública de fé em Jesus (Rm 6.4). Como se nasce apenas uma vez, da mesma forma o batismo acontece uma só vez (Ef 4.5).

2- Ceia do Senhor: "fazei isso em memória de mim" (Lc 22.19). A Ceia é a recordação do sacrifício de Cristo. Ao participarmos da Ceia, lembramos do indescritível amor de Deus por nós, ao entregar seu Filho como sacrifício em nosso lugar. Jesus deu sua própria vida em favor de seu povo, para redimi-lo de seus pecados.

Tanto o batismo em águas como a Ceia do Senhor foram instituídos por Jesus para que fossem observados pela Igreja. Essas ordenanças não transmitem qualquer poder místico ou graça salvífica, mas são um rito simbólico universal e pessoal que apontam para as verdades centrais da fé cristã. O batismo e a Ceia do Senhor não produzem qualquer mudança espiritual em quem deles participa. Esses rituais são de grande valor, pois são ordens diretas de nosso Senhor Jesus Cristo.


VI - A MISSÃO DA IGREJA DE CRISTO

A missão principal da igreja é adorar a Deus (1Co. 10:31) e propagar o evangelho a todas as nações da terra (Mt 28.19,20).

1- Adorar a Deus - A Igreja foi eleita para a adoração e louvor da glória de Deus, “Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade; Com o fim de sermos para louvor da sua glória, nós os que primeiro esperamos em Cristo” (Ef 1.11-12).

2- Proclamar o evangelho - A igreja também tem a missão de proclamar o evangelho da salvação ao mundo todo, anunciando que Jesus salva, cura, batiza no Espírito Santo e breve voltará. O evangelho é proclamado a homens e mulheres, sem fazer distinção de raça, língua, cultura ou classe social. Jesus disse: "Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações” (Mt 28.19), “e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra” (At 1.8).

Além dessas duas missões podemos citar outras missões dada por Deus a igreja de Cristo:

3- Missão Social - É responsabilidade da Igreja a obra missionária. A Igreja tem a função de socorro e exerce misericórdia, que inclui o cuidado dos pobres e dos necessitados, e não somente dos seus membros, mas também dos não membros. “Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus?” (1 Jo 3.17); “Glória, porém, e honra e paz a qualquer que pratica o bem; primeiramente ao judeu e também ao grego. Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas” (Rm 2.10,11); "Então, enquanto temos tempo, façamos o bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé" (Gálatas, 6:10).

4- Cambater o pecado - Enquanto membros da Igreja, somos o sal da terra, proporcionando sabor à vida e evitando a putrefação da sociedade ao combatermos o pecado e a corrupção. “Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens” (Mt 5.13). A Igreja tem o papel de ser a luz do mundo, e essa luz resplandece por meio de nossas boas obras. "Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte... Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus" (Mt 5.14,16).


CONCLUSÃO

A Igreja não é constituída por cimentos, tijolos e ferros, mas por aqueles que experimentaram o novo nascimento e amam a Jesus de todo o coração.

O valor da Igreja não é resultado de sua arquitetura, de suas obras sociais ou da quantidade de filiais que possui, mas do precioso sangue de Cristo.

Como igreja de Cristo precisamos nos identificar primeiro com o Senhor Jesus parecermos com Ele no amor, no trato com as pessoas, no uso de autoridade para libertar os oprimidos e na compaixão pelas pessoas. Enfim, se você tem essas características você faz parte da igreja de Cristo.





FONTE DOUTRINARIA

• Escola Dominical – Lições Bíblicas 3º Trimestre 2017 - A Razão da Nossa Fé – Assim Cremos, Assim Vivemos EBD CPAD | Lição 8: A Igreja de Cristo;

• Dicionário Bíblico Wycliffe - CPAD, p.949;

• Andrade com verdades centrais da fé cristã. RJ - CPAD  2006, p.209-10.

Topo