AS LEIS SANITÁRIAS REVELAM A SABEDORIA DE DEUS

POR ÁLVARO OSTROSKI
AS LEIS SANITÁRIAS REVELAM A SABEDORIA DE DEUS
OUÇA A MENSAGEM AQUI:

Vivemos neste início de 2020 uma Pandemia da doença chamada de “COVID-19” causada pelo microorganismo “CORONAVÍRUS”.

A título de curiosidade, Pandemia é o termo técnico para a proliferação em escala continental ou mundial de uma doença infecciosa.

Largamente tem-se divulgado que a prevenção no momento é o melhor “remédio” para esta doença, sendo que as pessoas são orientadas a:

1. Lavar as mãos com água e sabão ou utilizar o álcool em gel para higienização;
2. Evitar aglomerações;
3. Manter ambientes bem ventilados;
4. Não compartilhar objetos pessoais;
5. Cobrir o nariz e a boca no casso de espirrar ou tossir;

O que talvez você não saiba é que as regras rígidas de higiene que temos hoje em dia até pouco tempo atrás eram descartadas por médicos por não conhecerem sua eficácia.

Na matéria on line do conceituado National Geographic, encontrada no seguinte endereço eletrônico https://www.natgeo.pt/historia/2020/03/lavagem-das-maos-foi-em-tempos-uma-pratica-medica-controversa é declarado que somente no século XIX descobriu-se que o ato de lavar as mãos era imprescindível para a atividade médica.

Durante a Idade Média foi constante o surgimento de pragas mortais devido à falta de higiene como podemos observar na matéria on line da revista Super Interessante encontrada no endereço eletrônico https://super.abril.com.br/historia/higiene/.
Desta forma já podemos imaginar como eram as regras de higiene na Idade Antiga.
Contudo há 3500 anos já havia um povo com regras de higiene tão atuais como as que temos hoje, estes eram os judeus.

Agora como que um povo que havia saído de uma escravidão de mais de 400 anos poderia ter um conhecimento tão avançado em regras de higiene?

Cabe frisar que os Egípcios da época, povo que dominava Israel até então, tinham regras de higiene também, contudo o Senhor Jeová tinha o seguinte propósito para seu povo conforme registra Deuteronômio 7:15 “E o SENHOR de ti desviará toda a enfermidade; sobre ti não porá  nenhum das más doenças dos egípcios, que bem sabes; antes, as porá sobre todos os que te aborrecem”. Deus estava dizendo que se o povo fosse obediente não os castigaria com as mesmas pragas que havia castigado o Egito (Êxodo 7:19-12:30). Neste aspecto as Leis Sanitárias dadas por Deus serviriam de meio para o povo evitar as graves doenças que havia observado no Egito antes de sua saída.

Vejamos então, fazendo contraste com recomendações atuais, alguns princípios das Leis Sanitárias dadas por Deus ao povo de Israel logo após a saída do Egito, as quais revelam a atemporalidade e sabedoria de Deus que sempre zelou pelo cuidado e proteção do seu povo.

1- LAVAGEM E QUARENTENA:

Hoje em dia as determinações são que haja contínua limpeza das mãos e objetos bem como quarentena para evitar a propagação da Covid-19. Veja agora a determinação de Deus em Levítico 14:8 para impedir a proliferação de doenças infectocontagiosas “E aquele que tem de purificar-se lavará as suas vestes, e rapará todo o seu pêlo, e se lavará com água; assim será limpo (lavagem); e depois, entrará no arraial, porém ficará fora da tenda por sete dias (quarentena).

Observação: Perceba que hoje em dia pessoas que voltam de áreas onde há a proliferação da doença são orientadas a ficarem 7 dias em isolamento. Deus há 3500 anos já orientava seu povo sobre isso, mostrando assim sua Onisciência.

2- TOSSE E ESPIRRO:

Contato com saliva contaminada: Hoje temos a orientação de cobrir a boca e o nariz com o antebraço ao tossir e espirar, pois essas partículas que saem da boca ou nariz podem contaminar outras pessoas. Deus em Levítico 15:8 apresenta os cuidados que se deveriam de ter quando alguém contaminado “cuspisse” em outra pessoa “Quando também o que tem fluxo cuspir sobre um limpo, então, lavará este as suas vestes, e se banhará em água (partículas que saem da boca), e será imundo até a tarde”. Podemos perfeitamente entender esse “cuspir” como o ato de realmente cuspir em alguém, ou o ato de tossir ou espirrar sobre alguém.

3- OBJETOS CONTAMINADOS:

A recomendação atual é que haja o cuidado com objetos que possam estar contaminados com o vírus, como por exemplo, a maçaneta de uma porta ou o corrimão de uma escada. Existe ainda a orientação de ao chegar da rua lavar toda a roupa que estava usando e tomar um banho a fim de evitar transmissão do vírus por ela. Ainda existe a orientação de se usar objetos descartáveis como luvas e máscaras. Perceba agora as diretrizes do Senhor em Levítico 15:9-11 “Também toda a sela em que cavalgar o que tem fluxo (objeto contaminado) será imunda. E qualquer que tocar (tocou no objeto contaminado) em alguma coisa que estiver debaixo dele será imundo até à tarde; e aquele que a levar lavará as suas vestes, e se banhará em água (lavar as roupas que podem estar contaminadas e tomar banho), e será imundo até a tarde. Também todo aquele em quem tocar o que tem fluxo, sem haver lavado as mãos com água, lavará as suas vestes, e se banhará em água, e será imundo até à tarde. E o vaso de barro em que tocar o quem o fluxo será quebrado; porém todo o vaso de madeira será lavado com água (objetos descartáveis e não descartáveis).”

4- LIMPEZA DE AMBIENTE:

A pessoa portadora de uma doença infectocontagiosa como a COVID-19 precisa ficar isolada e é recomendado que o ambiente onde ela esteja seja higienizado constantemente, sendo que os lençóis, roupas e toalhas precisam ser trocados e lavados diariamente para que este ambiente não contamine outras pessoas. O Onisciente Deus a 3500 anos já havia orientado seu povo a princípios como este, veja Levítico 14:47 “Também o que se deitar a dormir em tal casa lavará as suas vestes; e o que comer em tal casa (casa contaminada) lavará as suas vestes”.

5- SANEAMENTO BÁSICO:

Um dos grandes problemas na proliferação de doenças é a falta de tratamento do esgoto sanitário. A reportagem do Portal G1 que pode ser visualizada no seguinte endereço eletrônico https://g1.globo.com/natureza/desafio-natureza/noticia/2019/07/23/com-476percent-dos-brasileiros-sem-coleta-de-esgoto-meta-de-universalizacao-ate-2033-e-impossivel-diz-especialista.ghtml revela que somente metade do esgoto brasileiro é tratado. Os relatos da Europa da Idade Média indicam que os dejetos eram por vezes jogados na rua. Contudo em Deuteronômio 23:12,13 Deus orienta os cuidados sanitários que seu povo deveria de ter “Também terás um lugar fora do arraial; e ali sairás fora. E entre as tuas armas terás uma pá; e será que. Quando estiverdes assentado fora, então, com ela cavarás e, virando-te, cobrirás aquilo que saiu de ti”

CONCLUSÕES:

Esses 5 itens elencados demonstram a preocupação que Deus tem não somente com nosso espírito, mas também com nosso corpo físico, pois ele é templo do Espírito Santo, como revela Paulo em I Coríntios 6:19 “Ou não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo...”.

Tais itens demonstram a Sabedoria do Deus que conhece todas as coisas (Onisciente) ao instruir seu povo a fim de preservá-lo. Aplicando ainda para um sentido espiritual sabemos que o causador dos problemas físicos se chama PECADO, o qual leva a morte física e espiritual.

Para a COVID-19 não existe uma vacina ainda, mas para o pecado e suas conseqüências há, e se chama Jesus Cristo.

Topo