O DIA EM QUE A IRA DE DEUS FOI APLACADA NA VIDA DO HOMEM

POR ERIVALDO VIEIRA
O DIA EM QUE A IRA DE DEUS FOI APLACADA NA VIDA DO HOMEM

"E dirás naquele dia: Graças te dou, ó Senhor, porque, ainda que te iraste contra mim, a tua ira se retirou, e tu me consolaste". Isaías 12: 1

Este capítulo é um hino de louvor a Deus. Deus sempre quis se relacionar com o homem. Todos os dias, Deus falava com Adão, no jardim do Éden. Deus criou o homem para ter uma íntima comunhão.

No Éden, Deus deixou apenas um mandamento para Adão e Eva (não comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal). Eles podiam comer de tudo, somente dessa, eles não poderiam comer, era uma orientação, uma ordenança. Eles desobedeceram!  Surgiu o pecado original. Trazendo uma ira no coração de Deus.

Agora, o Deus que criou o homem se ira e com o pecado, o homem se torna inimigo de Deus. O Apóstolo Paulo na carta aos Romanos, vai dizer: vós que antes éreis inimigos de Deus. Romanos 5: 10

Na fase da adolescência, todos passam a ter consciência do que é certo ou errado. A nossa consciência nos acusa e nós nos tornamos inimigos de Deus!

AINDA QUE TE IRASTE CONTRA MIM:
Isaías sabia que o local onde ele vivia, a ira de Deus era abundante, Isaías 6: 5, diz: Aí de mim que vou perecendo! Porque eu sou um homem de lábios impuros e hábito no meio de um povo de impuros lábios.

Isaías estava em Israel, no meio do povo escolhido e separado por Deus, mas o povo estava corrompido, estava em desobediência e na idolatria, adorando a outros deuses e o povo estava afastado do Deus de Israel!

Isaías confessa! Eu sou pecador e o povo também!

Foi necessário tirar uma brasa do altar de Deus, para poder purificar Isaías.

Isaías viu e entendeu isso: Deus está irado comigo. Por causa da impureza do pecado. mas ele pode voltar - se e dizer: "Graças dou ó Senhor".

Ele estava falando da relação dele com Deus Pai, ele falava da intimidade dele com o Pai, que estava irado com ele.

Ainda que te iraste contra mim a tua ira se retirou

COMO TIRAR A IRA DE DEUS? O QUE FAZER?
Só tinha um jeito; era passar o nosso pecado e a nossa desobediência para outra pessoa, era passar a nossa culpa, a ira de Deus para outra pessoa.

Não poderia ser para qualquer pessoa!

A nossa ira, a nossa culpa foi passada para o Senhor Jesus, o Filho de Deus.

Quando Jesus nasce, os anjos cantam louvores no céu, houve uma grande festa na terra, pois "um povo que andava em trevas, viu uma grande luz."

Jesus com 12 anos de idade, estava cuidando das coisas do Pai. Ele tinha intimidade com o Pai. O Pai não estava irado com ele! Jesus cresce, e tudo o que faz é de acordo com a vontade do Pai.

Certa vez, Jesus foi perguntado se não ia se alimentar, Ele diz: A minha comida e bebida é fazer a vontade do meu Pai.

Todo ensinamento era segundo o Pai, as viagens, as curas, tudo segundo a ordem do Pai. Jesus se transfigura diante dos discípulos e Deus Pai fala: Este é meu filho amado, segue - o.

Apesar de toda essa intimidade, há um momento especial, quando Jesus foi entregue, como cordeiro para o matadouro, como uma ovelha muda. Em momento algum, Ele se defendeu. Ele sabia que a grande obra que Ele faria, seria vir para morrer em nosso lugar, seria vir para levar a nossa culpa, seria vir para aplacar a ira de Deus.

Ele foi como ovelha muda, porque Ele não gritou, não blasfemou. Não se defendeu, não implorou ao Pai que enviasse um anjo para o livrar, Ele ficou quieto.

Quando se mata outros animais, eles gritam, tentam se defender, mas quando se mata uma ovelha, ela apenas chora!

Lembramos que o nosso Senhor Jesus chorou em Jerusalém: Jerusalém, Jerusalém! Que matas os profetas e apedrejas os que te são enviados. Mateus 23: 37 e em Lucas 19: 41 - 44, diz: E quando ia chegando, vendo a cidade, chorou sobre ela, Israel não conheceu o tempo de sua visitação.

Na crucificação, Ele disse; Pai perdoa - lhes pois não sabem o que fazem.

Agora, pendurado no madeiro, Jesus cita o Salmos 22, que diz: Deus meu, Deus meu por que me desamparaste?

Quando Jesus exclama isso, o Pai Dele se torna o nosso Pai!

O amor do Pai por Ele, passa a ser o amor do Pai por nós!

A salvação do Pai, a vida que Ele tinha, o Pai entrega para nós essa vida!

No momento em que o Senhor Jesus brada, Ele se sente sozinho! E nesse momento foi que o Pai nos amparou, foi nesse momento em que Isaías diz; A tua ira se retirou!

Todo homem antes de aceitar o Senhor Jesus como Salvador, traz sobre si a ira de Deus. Por isso, muitas pessoas tem medo do juízo final. Que é a ira de Deus!

Quando aceitamos a Jesus, a graça de Deus toma o lugar da ira na nossa vida.

Graças te dou ó Senhor, porque ainda que te iraste contra mim, a tua ira se retirou: Em Cristo Jesus, a ira de Deus se retirou das nossas vidas e a graça de Deus se manifesta sobre cada um de nós!

A graça do Senhor é maior do que o nosso pecado.

A ira de Deus se retirou; nós não fizemos nada, Jesus fez tudo! Na cruz do calvário, o Senhor Jesus levou sobre si a nossa culpa.

Jesus enfrentou a ira de Deus por nossa causa, o Pai se afastou Dele, devido à ira. O Senhor Jesus nos deu a salvação e entendemos que a salvação é um processo, temos que zelar da nossa salvação, em santificação.

E para caminhar em santificação, não conseguimos vencer sozinhos os embates, as lutas, vencer o pecado... Para caminhar, sem atrair novamente a ira de Deus, o homem precisa de auxílio, de ajuda.
Por isso, Jesus disse que não nos deixaria órfãos, mas enviaria o consolador.
Por isso, Isaías termina o versículo dizendo: ...e tu me consolaste

O Pai se irou conosco!
O Filho retirou a ira!

O Espírito Santo nos consola e guia as nossas vidas!

Estamos vivendo um momento maravilhoso na presença do Senhor, estamos participando do projeto de salvação, onde a trindade foi a nós apresentada, reconhecemos a Jesus como Senhor e Salvador, os nossos pecados foram perdoados e a ira de Deus se aplacou de nós.

CONCLUSÃO
O Espírito Santo tem restaurado todos os dias a nossa comunhão com o Pai.
Assim, como no Éden Deus falava com Adão e Eva diariamente, todos os dias o Senhor tem falado conosco!

O Senhor tem alertado o Seu povo acerca do momento em que estamos vivendo, que é o tempo do Breve, momento onde o Senhor tem falado conosco que tudo já está preparado, conforme vemos, na Parábola da Grande Ceia, em Lucas 14: 17.  Em breve a igreja será arrebatada e iremos participar das bodas do Cordeiro.

Àqueles que nos visitam, precisam aceitar o convite de salvação, precisam aceitar a Jesus como Senhor e Salvador, para que a ira de Deus seja aplacada em sua vida e assim ser guiado pelo Espírito Santo.

Em Isaías capítulo 12: 1, diz; *E dirás naquele dia: Hoje é o dia de você dizer: Graças dou ó Senhor, porque ainda que te iraste contra mim (PAI), a tua ira se retirou (FILHO) e tu me consolaste (Espírito Santo).

É necessário uma vida espiritual reconstruída, para alcançar o destino da nossa caminhada, que é a Nova Jerusalém!

Maranata! 
O Senhor Jesus vem!


Topo