A REFORMA PROTESTANTE DO SÉCULO XVI

A REFORMA PROTESTANTE DO SÉCULO XVI

Martinho Lutero foi monge, doutor em Teologia e professor na Universidade de Wittenberg. Revoltado com a venda de indulgências e outras atitudes totalmente erradas dos maus padres e bispos, Lutero redigiu um documento com 95 pontos criticando a Igreja e o próprio papa – as chamadas As 95 teses de Lutero.

Esse documento foi fixado na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg e, dentre suas principais ideias, continham duras críticas ao poder papal e à venda de indulgências. As 95 Teses foram pregadas com o intuito de que os alunos de Lutero as lessem e as debatessem em sala de aula.

As 95 teses de Lutero - (clique aqui)

Entretanto, alguns estudantes decidiram imprimi-las e lê-las para a população, espalhando as censuras à Igreja Católica. Os textos de Lutero com as críticas à venda de indulgências se espalharam e ganharam popularidade rapidamente e deram relevo ao descontentamento da população com a Igreja Católica.

A liturgia começava, então, a ser alterada. Em 1520, o papa Leão X redigiu uma bula condenando Lutero e exigindo sua retratação. Lutero queimou a bula em público, o que agravou a situação.

Apesar das inúmeras ameaças, como a revolta dos camponeses e os conflitos causados por humanistas entre os anos de 1520 e 1530, a Reforma Protestante se impôs e gerou inúmeras mudanças na Eclésia.

Vários grupos protestantes que eram ameaçados pelo imperador Carlos V se uniram em 1531 e, por esse motivo, o imperador declarou a liberdade religiosa.

Várias igrejas foram criadas e, apesar de suas inúmeras diferenças, todas elas frisavam importância da Bíblia como o meio essencial da revelação divina.

Os princípios fundamentais extraídos da Reforma Protestante são conhecidos como os Cinco Solas, que são:

1. Sola fide (somente a fé)

2. Sola scriptura (somente a Escritura)

3. Solus Christus (somente Cristo)

4. Sola gratia (somente a graça)

5. Soli Deo gloria (glória somente a Deus)



VEREMOS SOBRE CADA UMA DELAS:


1. Sola fide (somente a fé)

Somente pela fé somos salvos e justificados do pecado; nossas obras não nos salvam.

A Salvação é um presente que Deus nos dá e isso se efetiva somente por meio da fé, jamais pelas obras humanas. Lutero compreendeu que não eram as penitências, sacrifícios ou compra de indulgências que podiam livrar o homem da condenação eterna, mas a graça de Deus, através da fé 

"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie;" Efésios 2:8-9

Após meditar no texto de Rm 1.17, que diz: “O justo viverá da fé”, Martinho Lutero percebeu que a justiça de Deus nessa passagem, é a justiça que o homem recebe de Deus, pela fé, e não uma conquista humana.


2. Sola scriptura (somente a Escritura)

As Escrituras Sagradas são a única regra de fé e de prática para nós Cristãos. 

Somente as Escrituras devem ser a base de toda e qualquer doutrina; as tradições da igreja só têm valor se tiverem bom embasamento na Bíblia – Atos 17:11;

"Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra". 2 Timotio 3.16-17

Entedemos que as tradições, as decisões dos concílios e os escritos papais não possuem autoridade e não podem servir de instrumento de fé e prática para o rebanho de Cristo. Somente as Escrituras Sagradas estão habilitadas para isso. Elas foram escritas por homens inspirados por Deus, são instrumentos de revelação da vontade de Deus para nossa vida. Ao lêla somos iluminados pelo Espírito Santo para entendê-la. 

"Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam". João 5:39


3. Solus Christus (somente Cristo)

Somente Cristo salva; o sacrifício de Jesus na cruz é suficiente para todos os pecados; ninguém mais pode nos salvar do pecado – Hebreus 10:12-14;

"E não há salvação em nenhum outro: porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dentre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos." Atos 4.12

"Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem." 1 Timóteo 2:5


4. Sola gratia (somente a graça)

Somente a graça de Deus nos salva, porque ninguém consegue merecer a salvação; é um presente gratuito de Deus – Romanos 6:23;

O Salmista Davi numa oração de profunda busca por Deus, declara:

"Poque a tua graça é melhor que a vida; os meus lábios te louvam" Salmos 63:3

Ninguém pode ser salvo por mérito próprio, por obras, penitências, sacrifícios ou compra de indulgências. Somente pela fé o ser humano pode ser salvo. E até mesmo a fé, que habilita o ser humano a receber o dom da graça, é dado por Deus (Ef 2.8). Nenhuma obra, por mais justa e santa que possa parecer, poderá dar ao homem livre acesso a salvação e ao reino dos céus. Isso somente ocorrerá pela graça de Deus. 

"Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se gloria". Efésios 2.8 e 9;


5. Soli Deo gloria (glória somente a Deus)

Este é um dos pilares da Reforma Protestante, afirmando que o homem foi criado para a glória de Deus. Fomos criados para dar glória a Deus em tudo que fazemos e destinados à glória de Deus. O plano de eterno de salvação dos homens já contemplava a glória de Deus (Ef 1.4-6)

Solo Deo Gloria é o princípio pelo qual toda glória é dada a Deus no processo de salvação, mas também que, durante nossa vida neste mundo, nenhum ser humano é digno de glória. A vida do cristão é vivida diante de Deus e sob sua autoridade. Isso é para a glória de Deus.

“A ele seja a glória eternamente! Amém”. Romanos 11.36;

Somente Deus merece glória, ninguém mais merece nossa adoração – nem outros deuses, nem santos, nem Maria, nem qualquer outra pessoa – Isaías 42:8.


A PALAVRA "SOLA"

A palavra sola é a palavra latina para “somente” e foi usada em relação a cinco ensinamentos-chave que definiram os fundamentos bíblicos dos protestantes.


CONCLUSÃO

Os 5 solas da Reforma Protestante ofereceram um forte corretivo para as práticas e crenças falhas daquele tempo, e eles continuam relevantes hoje.

Somos chamados a examinar as Escrituras, aceitar a salvação pela graça através da fé, magnificar a Cristo e viver para a glória de Deus. E é isso que os Cinco Solas nos ensina!


DESEJA SABER MAIS SOBRE A REFORMA?


1- O que foi a pré-Reforma Protestante?

2- Filme Lutero 2003 - comentário.

3- O sonho profético de Frederico de Saxônia. 

4- Aspectos políticos da reforma.

5- Trechos nada românticos da reforma que as igrejas evitam mencionar.

6- Lutero, Calvino, e a noite dos cristais.

7- A perseguição dos protestantes aos Batistas.

8- O bezerro de ouro da reforma protestante.



Topo