4 LIÇÕES QUE O PASTOR DEVE SEGUIR

POR NILDO OLIVEIRA
4 LIÇÕES QUE O PASTOR  DEVE SEGUIR

"E vos darei pastores segundo o meu coração, que vos guiarão com conhecimento e discernimento" (Jeremias 3.15).

1. EM SUA PREGAÇÃO PREGUE AS ESCRITURAS.

Segundo pesquisa da Abba Press & Sociedade Bíblica Ibero-Americana Oswaldo Paião, 50% dos pastores abandonaram a Bíblia. Eles substituíram a Palavra de Deus por guias de autoajuda, cujo objetivo final é a satisfação do cliente.

O pastor foi chamado para pregar a Cristo e anunciar todo Conselho de Deus, porém, é necessário manejar bem a Palavra da Verdade. O apóstolo Paulo ao escrever a Timóteo o exortou a dominar as Escrituras. "Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade" (II Timóteo 2:15)

Charles Spurgeon disse uma vez: “Se quando eu chegar ao céu o Senhor me disser: “Spurgeon, quero que você pregue por toda a eternidade”, responderei: “Senhor, dá-me uma Bíblia – é tudo de que preciso”

Spurgeon estava certo! A palavra de Deus é o suficiente! "Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra" (II Timóteo 3:16,17).


2. VIVA UMA VIDA DE SANTIDADE E DEPENDÊNCIA DE DEUS.

O pastor deve liderar as ovelhas mostrando o caminho de Cristo em uma vida de dedicação e santidade a Deus. Não tem como um pastor falar que ama a Deus sendo desobediente a sua Palavra: "Se me amardes, guardareis os meus mandamentos" (João 14:15).

O pastor deve sempre buscar ao Senhor para saber a sua vontade: "Porque os pastores se tornaram estúpidos e não buscam ao Senhor; por isso não prosperam, e todos os seus rebanhos se acham dispersos (Jeremias 10.21).

Charles Spurgeon disse algo muito forte acerca disso: "Qualquer que seja o ‘chamado’ que se possa pretender ter, se alguém não foi chamado à santidade, tal homem seguramente não foi chamado ao ministério".


3. LEVE SUA IGREJA A AMAR AS ESCRITURAS.

O pastor deve conduzir sua igreja com firmeza e cuidado aos pastos verdes das Escrituras, levando os membros ao hábito da leitura Bíblica.

Ensine que a Bíblia é o único meio infalível e inerrante pelo qual Deus fala conosco. Por essa razão, a Escritura deve ser central em nossos cultos de adoração. A igreja precisa aprender a lê-la, cantá-la e pregá-la.

Leve sua igreja a ler a Bíblia não por um dever ou obrigação, mas algo que fazemos por prazer em ouvir a voz de Deus.

Os benefícios de uma igreja que lê e vive as Escrituras é algo surpreendente. O pastor que leva a igreja a amar as Escrituras terá uma igreja cheia de vida, uma igreja saudável.


4. NÃO NEGLIGÊNCIE O TRABALHO EVANGELISTA.

Há sérios problemas por conta da falta de compromisso do pastor com a prática evangelística. Posso destacar dois, em primeiro lugar, essa atitude é uma desobediência direta à própria natureza do ministério pastoral, pois Paulo ensina que o pastor deve fazer o trabalho de um evangelista (II Timóteo 4.5). Quando um pastor despreza a prática evangelística ele milita contra a própria natureza do seu chamado. 

Podemos ver o exemplo do nosso Senhor Jesus, o Supremo Pastor, a sua vida como pastor foi em total dedicação a Salvação de almas para o Reino.

Em segundo lugar, a falta de comprometimento do pastor com a evangelização resulta em um péssimo exemplo para a própria igreja. Como líder do rebanho as ações do pastor são fundamentais para a instrução prática daqueles que estão em seu cuidado. Não basta apenas ensinar e pregar sobre o assunto; o pastor deve também ser modelo na evangelização. 

Ensine sua igreja a viver para o reino de Deus, fora das 4 paredes da denominação, mostrando a importância de viver para servir o próximo e ganhar almas para Cristo. É importante observar que a ordem do Senhor Jesus foi 'IDE', ou seja a igreja precisa ir até os necessitados e aflitos, mostrar o amor de Jesus através de suas ações. 



FONTE DE PESQUISA:

• CPADNEWS- Pesquisa incoveniente sobre pastores e a leitura bíblica;
• Livro- O pastor evangelista - Roger Greenway. Ano 1987 - página 1 e 2.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Temas

Topo