SOMOS TODOS TOMÉ?

POR SAULO BAZONI
SOMOS TODOS TOMÉ?

A verdade é que Tomé sempre foi alvo de críticas, por conta de sua incredulidade manifestada no evangelho de João 20:25: “Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei.”.

Tomé talvez tenha sido um dos apóstolos mais pessimistas de Jesus. Isso transparece na narrativa sobre a ressurreição de Lázaro. Na ocasião, considerando a ameaçava real de apedrejamento caso Jesus fosse à Judeia, Tomé declarou: “Vamos também nós para morrermos com ele” (João 11:16).

Quem analisa a reação de Tomé talvez se pergunte como um homem chamado para ser apóstolo de Cristo, que andou e viu os milagres realizados por Este, tenha sido tão incrédulo?

No entanto, quando Tomé expressou sua descrença na ressurreição de Cristo, Este não o agrediu, não o puniu, tampouco o humilhou, mas Jesus deu provas a Tomé de sua ressurreição, comprovou que estava vivo, revelou a Tomé as feridas da cruz, e rogou apenas que Tomé cresse: “Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente.”. (João 20:27).

A verdade é que o comportamento de Tomé não difere muito dos nossos. Quantas vezes duvidamos de Cristo e do poder dEle? Quantas vezes você pensou que Jesus não existia mais na sua vida? Que Ele te desemparou? Quantas vezes você pensou que o seu problema não teria mais solução? Quantas vezes você pensou em desistir de ir a um culto, de orar, de se santificar?

Quando Tomé foi incrédulo, Jesus se revelou a ele, mostrou os sinais do sacrifício, que estava vivo.

Quantas vezes você foi incrédulo? Nem por isso Jesus te penalizou, te abandonou, deixou de ser fiel a você. Mas da mesma forma que foi com Tomé, Jesus se revelou a você, Jesus fez você lembrar do sacrifício, que demonstra o amor dEle por ti, Jesus deu provas a você que ele está vivo.

Todos os dias Jesus nos concede provas do seu amor, pois é Ele quem guarda nossas famílias, que provê o alimento, o sustento, que opera livramentos, nos concede saúde, paz, alegria, Ele não está morto, mas Ele vive.

O pedido de Jesus a Tomé foi: “não sejas incrédulo, mas crente.” (João 20:27).. E a resposta dele foi: “Senhor meu, e Deus meu!”. João 20:28.

Tomé declarou que Jesus era o seu Senhor, era o seu Deus.

Que sejamos crentes, e possamos sempre declarar que Jesus é o nosso Senhor, esse é o nosso testemunho, o segredo da vitória!

“E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho [...]”. (Apocalipse 12:11).

Topo