JOVEM - NÃO CAIA NA SEDUÇÃO DO MUNDO

POR ÁLVARO OSTROSKI

 “Filho meu, se os pecadores, com blandícias, te quiserem tentar, não consintas.” Provérbios 1:10

O que é um provérbio?

É um ditado, uma comparação, uma questão, que expressa um princípio para a vida. Um provérbio quase sempre dá um conselho.

O livro de Provérbios foi escrito por quem?

Em sua maioria por Salomão.

Levando em consideração que por vezes Salomão é tipo do Espírito Santo no Velho Testamento, podemos dizer aqui que o conselho de Provérbios 1:10 é um conselho do Espírito Santo para nós, principalmente para você jovem.

Filho meu

Salomão aqui está dando conselhos aos jovens, e os chama carinhosamente de Filho meu.

Esse é o tratamento que Deus tem com cada um de nós, um tratamento amoroso, carinhoso e cuidadoso. Deus nos ama tanto quanto um pai ama um filho.

Aliás, Deus nos ama até mais do que um pai ou uma mãe ama um filho, veja:

“Pode uma mulher esquecer-se tanto do filho que cria, que se não compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas, ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, me não esquecerei de ti.” Isaías 49:15

Se os pecadores, com blandícias, te quiserem tentar

A palavra blandícia significa gesto ou palavra de ternura.

Salomão aqui está dizendo que os pecadores, o sistema mundano em si, procurará o jovem com gestos e palavras de ternura. 

A palavra blandícia pode significar também sedução ou engano de mentiras.

Não estamos aqui querendo atacar qualquer pessoa que não tenha nossa convicção de fé, nem querendo dizer que elas são piores do que nós, mas a vida que o Evangelho de Cristo nos ensina a ter vai na contra mão do valores da sociedade atual.

O jovem cristão é cercado por outros jovens, seja na escola, faculdade, trabalho ou atividade de lazer que não possuem as mesmas convicções de fé e receberá por parte deles muitos convites que serão contrários ao ensino da Palavra de Deus.

Esses convites vem em forma de blandícias, ou seja, são sedutores, parecem bons, agradam a “carne”, mas afastam o jovem cristão da comunhão com Deus e não passam de mentiras enganadoras.

Não estamos aqui falando por teoria, falamos como pessoas que viveram sua juventude na presença do Senhor ou vieram ainda jovens para a presença do Senhor e sabem quão sedutor é o mundo. Mas podemos afirmar que muito melhor é ser fiel a Deus.

A vontade de ir a uma festa, de ficar com aquela “gatinha” ou aquele “gatinho” é muito forte e tentadora, mas veja o que diz Salomão.

Não consintas

Salomão está dizendo “não aceite” tais convites.

Paulo diz ao jovem Timóteo “Foge, também, dos desejos da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.” 2 Timóteo 2:22

Conclusão

O não de Deus deve ser entendido como um grande gesto de amor Dele para conosco.

É um pai alertando um filho que não deves seguir por tal caminho, por saber que a frente existe um grande precipício.

Lembre-se, o Deus que diz não é o mesmo que disse sim ao enviar Jesus para nos salvar.

3 comentários:

  1. Ensino muito rico, de grande valia para nós que somos jovens e também para os crentes em geral. Benção!

    ResponderExcluir
  2. Estudo muito bom e muito bem aplicado. Realmente a sedução do mundo é um perigo e principalmente para os jovens.

    O apóstolo Paulo avisou sobre as conseqüências de ficar com amigos perversos. “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes” (1 Coríntios 15:33).

    Louvado seja Deus que ele nos deixou esse rico conselho através de sua palavra.

    ResponderExcluir
  3. Maravilha! Ainda há muitos conselhos do Senhor, para as nossas vidas, como no livro dos Salmos 119:9 "Como purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra."

    ResponderExcluir

Topo