QUANDO OUVIMOS OUTRAS VOZES

POR JOSENILSON FÉLIX
QUANDO OUVIMOS OUTRAS VOZES

"Mas isto lhes ordenei dizendo: Daí ouvidos à minha voz, e eu serei vosso Deus, e vós sereis o meu povo; e andai em todo o caminho que eu vos mandar, para que vos vá bem". Jeremias 7:23

Quando observamos a trajetória do povo de Deus, na Bíblia, verificamos que com freqüência eles eram oprimidos por outros povos, e isso ocorria, na maioria das vezes, porque eles deixaram de ouvir a voz de Deus.

Deus, porém, com seu incomensurável amor, sempre levantou servos valentes como os profetas, os juízes, para exortarem o povo a ouvir a voz do Deus de seus pais, do Deus que os tirou da escravidão do Egito com grandes sinais e maravilhas.

Em nossos dias não é diferente. Quando deixamos de ouvir a voz de Deus que nos é revelada, seja pela Sua Palavra (Bíblia), seja por intermédio de algum servo, ou quando Ele fala diretamente conosco, amargamos prejuízos por esta desobediência.

Alguns personagens bíblicos deram ouvidos a outras vozes, vozes que não eram de Deus, e sofreram por isso. Podemos destacar três desses personagens, com os quais poderemos tirar uma preciosa lição para a nossa vida espiritual.

A VOZ DA RAZÃO:

Deus havia prometido a Abrão que sua descendência seria numerosa e esta promessa era extensiva a Sarai, sua mulher. Porém, com o passar dos anos, a promessa não se cumpria, e Sarai disse a seu esposo: “Eis que o Senhor me tem impedido de gerar. Entra, pois á minha serva, porventura  terei  filhos dela”. E ouviu Abrão a voz de Sarai. (Gn.16:2)

Abrão ouviu a voz de Sarai porque ele tinha razão. Contudo, a voz da razão é diferente da voz de Deus que é a revelação. Como conseqüência deste ato Abrão gerou a Ismael, que veio a ser o pai dos árabes. Cerca de catorze anos depois, Deus deu a Abrão, já neste momento chamado de Abraão, o filho da promessa, Isaque. E Isaque gerou o povo judeu.

Ismael e Isaque não se dão bem até hoje, 4000 anos depois. São séculos de brigas e derramamento de sangue. Tudo porque Abrão deixou de ouvir a voz de Deus e ouviu a voz da razão, a voz de Sarai. Precisamos tomar muito cuidado com esta voz, pois ela é coerente, lógica, tem bom senso, mas os prejuízos podem durar por anos em nossa vida.

A VOZ DO CORAÇÃO:

O segundo exemplo a ouvir outra voz foi Josué, quando um povo vem a ele com uma mentira buscando fazer aliança com os filhos de Israel. (Js. 9:8-15). No versículo 14 lemos que Josué e o povo não pediram conselho á boca do Senhor, ou seja, não ouviram a voz de Deus, ouviram outra voz, a voz do coração.

O profeta Jeremias, inspirado pelo Espírito Santo, diz que enganoso é o coração do homem (Jr. 17:9). A voz do coração é enganosa, passional e carregada de sentimentos. Quando damos ouvidos a essa voz e  não á voz do Senhor colhemos prejuízos. Josué teve que conviver com um povo estranho no meio do povo de Israel, ainda que lhe fossem servos.

A VOZ DO AMIGO:

A terceira voz que ressoa como música em nossos tímpanos e desvia-nos a atenção da voz do Senhor aparece de forma muito própria na Bíblia, em II Sm. 13. Um jovem, filho de Davi, contrariando a voz do Senhor que condenava união entre irmãos ( Lv. 18:6-9), desejou carnalmente sua irmã, Conhecedor dos preceitos do Senhor. Amnon entra em grande conflito, chegando até a adoecer.

É quando uma voz doce soa em seus ouvidos, a voz do amigo Jonadabe: “deita na tua cama, finge-te de doente, e peça a teu pai para que a tua írmã te sirva algum alimento” ( II Sm.13:5). Ammon filho do rei Davi, ouviu a voz do amigo quando sua irmã entrou no quatro cumpriu o seu desejo. O resultado foi sua morte, tramada por outro irmão, Absalão.

Muitos servos de Deus entram em dificuldades porque ouvem a voz do amigo da faculdade, do amigo do trabalho, do amigo mais experiente e a voz do Senhor, o verdadeiro amigo, o bom conselheiro, ás vezes não tem sido ouvida.

QUAL A VOZ QUE VOCÊ TEM OUVIDO?

  • A voz da razão?
  • A voz do coração?
  • A voz do “amigo”
  • A voz  do Senhor?

Devemos sempre estar atentos á voz que vem dos céus, a voz do nosso Deus. Essa voz nós podemos ouvir com segurança.

Um comentário:

  1. ...as minhas ovelhas ouvem a minha voz,de modo algum dão ouvidos a voz do estranho. A voz do Espírito Santo é inconfundível.

    ResponderExcluir

Topo