O QUE SIGNIFICA A LETRA MATA E O ESPÍRITO VIVIFICA?

POR NILDO OLIVEIRA
O QUE SIGNIFICA A LETRA MATA E O ESPÍRITO VIVIFICA?

"Ele nos capacitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do Espírito; pois a letra mata, mas o Espírito vivifica." (II Coríntios 3.6)

1. Uma Nova aliança.

Essa expressão nova aliança que Paulo usa só se encontra em mais um passagem bíblica, em I Coríntios 11.25, quando ele fala sobre a tradição da ceia do Senhor "este cálice é a nova aliança no meu sangue." Esse termo utilizado por Paulo deixa claro a morte de Cristo é o fato que estabeleceu a nova aliança. (Hebreus 9.15-28),

Paulo dá ênfase nesse texto que o ministério é da nova aliança (Aliança em Cristo) não era da letra (lei de Moisés).


2. A letra mata?

Alguns interpretam essa parte como se referindo a um ministério que não se focaliza no sentido literal das Escrituras (na “letra”), mas somente no ("espírito"), por meio de revelação. No entendimento deles o ministério não pode entender o texto no literal "letra", mas somente por revelação "espírito".

Porém, tal interpretação deixa de reconhecer que neste capítulo o que Paulo faz é um contraste entre a lei de Moisés (gravada “com letras em pedras” , verso 7) e o Espírito Santo (v.8), como sendo as principais características pelas quais os ministérios sob a antiga e a nova aliança deverão ser diferenciados.

Velha aliança = Leis de Moisés 
Nova aliança = Espírito Santo


3. Como pode a lei matar? 

Mas como pode Paulo afirmar que a lei escrita mata? A resposta é que a lei escrita mata quando usada de modo impróprio. Como viver debaixo de um sistema de regras (lei) que devem ser cumpridas a fim de estabelecer a auto retidão do indivíduo (Rm 3:20; 10:1-4). Usar a lei desta forma inevitavelmente conduz à morte, pois ninguém pode satisfazer às suas exigências, portanto, todos ficam sob sua condenação. 

Por isso Paulo fala que o ministério da lei, nesse sentido, é um ministério de morte. Aí ele fala do ministério do Espírito que é totalmente diferente. É o ministério sob a nova aliança (Aliança em Cristo), sob a qual os pecados são perdoados, para nunca mais serem lembrados, e as pessoas são motivadas e capacitadas pelo Espírito Santo a fim de realizar aquilo que a aplicação imprópria da lei jamais poderia conseguir (Jr 31:31-34; Ez 36:25-27; Rm 8:3-4).


CONCLUSÃO

É preciso deixar claro que quando Paulo diz que a letra mata ele está se referindo à lei de Moisés usada inadequadamente, como forma da pessoa estabelecer sua própria retidão perante Deus. As Escrituras são o instrumento primordial mediante o qual o Espírito transmite vida ao povo de Deus. A letra das Escrituras foi divinamente inspirada (II Timóteo 3.16-17).

__________

Deseja estudar mais sobre esse texto? Leia também o estudo "A LETRA MATA?"



Um comentário:

  1. Não adianta nada, sermos cheio de conhecimento,e vasio de do amor de Deus.

    ResponderExcluir

Temas

Topo