POR QUE LUTERO INCLUIU A PALAVRA UNIVERSAL AO MINISTÉRIO SACERDOTAL DO CRENTE?

POR QUE LUTERO INCLUIU A PALAVRA UNIVERSAL AO MINISTÉRIO SACERDOTAL DO CRENTE?

Iremos mostrar nesse estudo de uma forma didática o sacerdócio na linha do tempo na bíblia.

SACERDOTE NO ANTIGO TESTAMENTO:

Importante frisar, inicialmente a missão dos sacerdotes no Antigo Testamento. No Antigo Testamento, a palavra hebraica para sacerdote é “kohen”, cujo significado é o de mediar serviços religiosos, ser o medianeiro entre Deus e o homem. 

O sacerdote no Antigo Testamento era o mediador entre o homem e Deus, sua missão consistia em trazer o fiel para perto de Jeová através do sacrifício para purificação dos pecados e das diversas ofertas de expiação, de louvor, pacíficas e de ação de graças. Era peça fundamental no culto levítico, e nesse culto não havia acesso direto do adorador a Deus, o acesso era mediado pelo sacerdote Aarônico.
No Velho Testamento o Sacerdote precisava cumprir algumas determinações do Senhor (em Levítico 21 mostra algumas) e tinha que nascer da tribo de Levi. 

SACERDOTE NO NOVO TESTAMENTO:

O sistema de sacerdócio do Antigo Testamento era apenas um tipo do sacerdócio da Nova Aliança. Havia de chegar o tempo em que todo o povo de Deus seria "sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por intermédio de Jesus Cristo" (1 Pedro 2:5). 

O sumo sacerdote simbolizava Jesus, como o sumo sacerdote perfeito, sem genealogia, segundo a ordem de Melquisedeque. Esse sumo sacerdote compareceria perante o Senhor, em um templo não feito por mãos humanas, com seu próprio sangue para propiciação pelos nossos pecados (Hb 9.14). Não teria de repetir o sacrifício ou a oblação, pois por uma só vez realizou o perfeito sacrifício (Hb 9.25-28), e derramou seu sangue para redenção de toda a humanidade. E com seu sangue comprou homens de todas as tribos e nações, e os fez reis e sacerdotes do Altíssimo (Ap. 1.5).

  • “Se diligentemente ouvirdes a minha voz, e guardardes a minha aliança, então sereis a minha propriedade particular dentre todos os povos... vós me sereis reino de sacerdotes e nação santa” Êxodo 19.5-6.

Jesus não era da tribo de Levi, mas da tribo de Judá. Cumprindo-se a promessa que o Sacerdócio poderia alcançar todo o reino. Todavia Israel não reconheceu o Messias.

Jesus então se torna o Sumo Sacerdote: 

  • “A qual temos como âncora da alma, segura e firme, e que penetra até ao interior do véu, Onde Jesus, nosso precursor, entrou por nós, feito eternamente sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque” Hebreus 6:19,20

Ele foi ao interior do véu e o mesmo se fendeu de alto a baixo. Atente que a Salvação, a Graça, a Fé são no mesmo sentido: Da Eternidade para o homem. Obra Redentora para a Obra Criadora.

SACERDOTE NOS TEMPOS DE LUTERO:

A igreja Romana desenvolveu a ideia de um grupo cheio de “direitos especiais”, qualquer benção, perdão, até mesmo aprovação de um rei deveria passar por este grupo e em última e mais importante a benção papal.

O que Lutero entendeu ao ler a palavra é que a profecia tinha se cumprido em Jesus e os co-herdeiros tinham agora todos acesso ao Pai. Por isso o autor de Hebreus diz que Jesus é o precursor, isto é, foi primeiro e abriu esse novo e vivo caminho.

NOS TEMPOS ATUAIS:

Toda vez que alguém invoca para si autoridade, santidade, qualquer ideia exacerbada de divindade desvia-se do projeto.

SABE POR QUE UNIVERSAL?

Por que o Senhor sonda os corações, não vê como o homem vê, no culto da casa de Jessé, Ele viu a Davi.

O Sacerdócio Universal do Crente é a relação direta em o servo e o seu Senhor.

Jesus tirou todas as barreiras, o sangue Dele purifica os pecados e apaga as transgressões que faziam separação entre nós e Ele.

2.     Por que Jesus deu brado de morte ao entrar no santíssimo?

O Brado de Jesus tinha alguns aspectos interessantes:

a.    Era o anúncio da Salvação

E estendeu Abraão a sua mão, e tomou o cutelo para imolar o seu filho; Mas o anjo do Senhor lhe bradou desde os céus, e disse: Abraão, Abraão! E ele disse: Eis-me aqui. Então disse: Não estendas a tua mão sobre o moço, e não lhe faças nada; porquanto agora sei que temes a Deus, e não me negaste o teu filho, o teu único filho. Gênesis 22:10-12

O brado para salvar a vida de Isaac. Jesus bradou para anunciar que a nossa vida havia sido salva. Ele pagou o preço pelo filho de Abraão.

b.    Era o cumprimento do Salmo 22

O brado foi derivado do Salmo 22, que prefigurava que o brado seria de sofrimento, pois naquele momento todo o nosso pecado estava sobre Ele, mas era um brado de triunfo, pois tragada foi a morte naquele momento.

Topo