Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

terça-feira, 13 de setembro de 2016

OS EVANGÉLICOS E A MANIA DE ORAR NO MONTE

 O dicionário Aurélio define superstição como um sentimento religioso baseado no temor ou na ignorância, e que induz ao conhecimento de falsos deveres, ao receio de coisas fantásticas e à confiança em coisas ineficazes; crendice; apego exagerado e/ou infundado a qualquer coisa". 

Pois é, infelizmente alguns dos nossos irmãos em Cristo tem vivenciado uma fé absolutamente sincrética. Ao contrário do que deveria ser, inúmeros cristãos mostram-se extremamente supersticiosos. Utilizam a expressão "Tá amarrado" para superar satanás; utilizam elementos como galho de arruda, sal grosso e copo d'água ungida dentro de casa, além de subirem a montes acreditando que por orarem lá, Deus se manifestará de forma especial. 



Caro leitor, não precisamos subir a montes para falar com Deus nem tampouco para sentir sua santa presença. Em Cristo podemos orar e nos relacionarmos com o Pai no quarto, na rua, na igreja, na praia ou em qualquer outro lugar. Afirmar que o Espírito de Deus so age de forma especial em montes e montanhas significa desconhecer as verdades bíblicas.

Isto posto afirmo que cristãos supersticiosos estão fadados a uma vida cheia de neuroses e frustrações. Junta-se a isso o fato de que o cristão ao comportar-se deste forma aponta para uma absurda contradição, até porque as raízes históricas e teológicas do protestantismo sempre foram contra toda e qualquer manifestação supersticiosa.

Caro leitor nossa fé não se fundamenta em superstições ou achismos, mas sim na infalível Palavra de Deus. O evangelho está enraizado em fatos históricos, não em mitos ou impressões estereotipadas do que seja servir a Cristo.

Nesta perspectiva afirmo sem titubeios que não existe lugares especiais onde Deus possa falar com o crente. Do ponto de vista bíblico, em qualquer lugar podemos orar e buscar ao Senhor.

Desde que estejamos em comunhão com Deus ou seja em Santificação, vivendo Corpo de Cristo, uma vida de obidiencia em Deus.


O problema da atualidade é que as pessoas não sabem mais compreender o que estão lendo e criam doutrinas absurdas, baseadas em pequenos trechos completamente fora de contexto! Se subir ao monte fosse uma doutrina bíblica, certamente haveria referência e recomendação para que isso fosse feito nos textos bíblicos posteriores aos evangelhos, porém tal atitude deixa de ocorrer no restante do Novo Testamento! Nenhum dos outros autores sequer menciona “subir ao monte” como método válido…
E mesmo anteriormente a isso, o único que subiu ao monte para fazer algo de importante foi Moisés, mas isso ocorreu sob ordem direta do próprio Deus, não há referência alguma a oração e, pior ainda, depois dos eventos ali ocorridos o monte foi “proibido” para o acesso público!
Alguns então alegarão, querendo ainda justificar a subida ao monte, que se Jesus fez algo, então nós podemos fazê-lo para seguir seus passos.
Ora, tal afirmação não é errada, porém Jesus também cuspiu na terra para fazer lodo e curar um cego, Jesus andou sobre as águas, Jesus ressuscitou pessoas mortas… 

Queremos deixar claros que em nenhum momento Jesus em seus ensinamentos deixa alguma orientação ou ordenação que o monte seria um liugar especial para ele falar com sua igreja.

Desta forma Paulo e nenhum dos apostolos escreveu alguma carta ou orinetação para igreja daqueles dias ou de hoje dizendo que DEUS SO FALA NO MONTE.

Não queremos dizer com esse texto que é proibido subir ao monte, ou é pecado subir a monte , de maneira nenhuma, mais fazer desse ato uma doutrina biblica é um grande equívoco , um grande erro. 

Por favor, deixemos de ser crianças espirituais e passemos a ler a Bíblia mais seriamente! Esses que ficam buscando sinais e milagres se dizem seguidores de Jesus Cristo, mas não se dão sequer ao trabalho de ler as doutrinas sobre o final dos tempos, feitas pelo próprio Filho de Deus?
“Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.” (Mateus 24:23-24)
Recomendo ainda a leitura de II Tessalonicenses 2:1-12 e vejam que após a retirada do Espírito Santo quem fará sinais grandiosos é o próprio Satanás… e sobre esse assunto eu já tratei aqui.
Em resumo, Jesus Cristo orava na montanha por uma característica extremamente particular e não recomendou que ninguém mais assim o fizesse. A Bíblia, como um todo, também não faz tal recomendação. Portanto, se você deseja seguir a palavra de Deus de forma correta, sugiro que guarde as únicas recomendações explícitas sobre locais adequados para oração:
“E, quando orares, não sejas como os hipócritas, pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e as esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que te vê em secreto, te recompensará publicamente.” (Mateus 6:5-6)
“Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” (Mateus 18:20)
Portanto, quer seja no monte, no quarto, em uma sala reservada ou, até mesmo, de forma inesperada (porém discreta!) em um canto da rua… sua oração terá exatamente o mesmíssimo efeito!
E que Deus nos proteja, guie e abençoe, dando fé para que possamos permanecer fiéis à sua Palavra nestes tempos difíceis.

A Ele toda a glória!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE