Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE

sábado, 21 de maio de 2016

COMO CHEGAR A JESUS ?

COMO CHEGAR A JESUS ?
Marcos 2-1:12

Introdução:
Essa não era a primeira vez que o Senhor Jesus ia a Cafarnaum, alias, Ele já havia operado milagres lá, e soube-se que Jesus estava na casa, por isso as multidões se dirigiram para lá. 
A multidão tentava chegar a Jesus da forma natural (racional) e para satisfazer suas necessidades materiais.  O paralítico tinha uma necessidade muito grande, mas como chegar a Jesus se ele era paralítico, e havia uma multidão que o impedia de chegar a Ele?

Hoje não é diferente, o mundo até reconhece que Jesus existe, mas a religião quer chegar a Jesus pelos meios naturais, pela razão, pelo intelecto e somente para satisfazer suas necessidades materiais, mas Jesus veio para suprir a necessidade da alma do homem.

O paralítico:
 O homem deixou de caminhar com Deus por causa do pecado, ficando assim paralítico espiritualmente, mas esse paralítico precisa ter um encontro com o Salvador para que volte a caminhar com Deus. O problema é que a religião que deveria “re-ligar”, não está preocupada com a necessidade da alma do homem, e sim com as necessidades materiais.
 O homem sem Jesus é um “paralítico espiritual” ele se deixa carregar por qualquer um, muitas vezes se deixa carregar por qualquer coisa que aparece em sua vida, tal como: misticismo, filosofia, religiosidade, coisas que considera sobrenatural etc., e fica refém destes artifícios na tentativa de suprir a necessidade da alma. E por isso o homem não consegue se firmar, pois na verdade não tem objetivo, e esta sempre mudando de direção.
 Mas, Deus traçou um projeto maravilhoso, para trazer novamente o homem para sua presença, para fazer o homem caminhar novamente, e este projeto não se entende através da razão.

Os 4 homens:
 O texto cita a figura de quatro homens que levaram aquele paralítico até Jesus, e o interessante é que a bíblia não cita o nome destes homens, pois estes quatro homens tipificam o evangelho do Senhor Jesus, ou seja, sua palavra, e o evangelho não vem para exaltar a figura do homem, e sim para conduzir o homem ao Salvador.
 No olhar da razão, aqueles 4 homens deveriam ter usado a força natural para romper a multidão e chegar a Jesus, pois a multidão representa justamente isso:  “chegar a Deus pelo esforço próprio, pela razão, pelo mérito, por virtudes e conceitos humanos”. Mas a palavra diz que: “Todos pecamos e destituídos fomos da glória de Deus”. Qual a solução para o paralítico então? A solução é se deixar conduzir pela Palavra (revelada), pela Verdade, pelo evangelho, pois o evangelho conduz o homem para o alto, para longe das coisas dessa terra, e o aproximam novamente do Senhor. 

A Brecha:
Aqueles homens fizeram uma “brecha” no telhado, e conduziram o paralítico por aquela brecha. (A brecha é um segredo). O meio natural seria enfrentar aquela multidão, pois aquele era o único caminho visível, mas a revelação mostra um “caminho no alto”. Quando Jesus morreu, o véu se rasgou de alto a baixo, mostrando que era uma operação de Deus para com o homem e não o contrário. A revelação passa por cima da multidão, e conduz o homem para o alto, de maneira que ele chegue aos pés de Jesus. Passa por cima dos problemas, das limitações, da religiosidade etc... Essa brecha, que permite ao homem entrar na presença de Deus foi aberta na cruz do calvário, onde Jesus abriu um novo e vivo caminho para reconduzir o homem a Salvação. Com sua própria força ou mérito, o homem nunca poderia enxergar a brecha que o leva ao projeto, a salvação. (É um segredo revelado pelo Espírito)

“Brechas foram abertas no corpo de nosso salvador para que conhecêssemos o caminho que leva ao Pai”

A palavra já profetizava sobre as brechas que seriam abertas em Jesus!!!
A Rocha ferida (saiu água da rocha pra dessedentar a sede do homem);
A brecha que os Gibeonitas encontraram para não serem destruídos por Josué;
As feridas das mãos, citadas em Zacarias 13;
Ou como cita Jó: “Com penas de ferro gravadas, e esculpidas na rocha (Jesus)”
Apontavam para as brechas que seriam abertas no corpo do Salvador para que fossemos inseridos nelas, inseridos no projeto de Salvação, inseridos na presença do Pai.

“Brechas abertas com chicotadas, com pregos, com muita dor e sofrimento para fazer a alma do homem voltar a caminhar! Pois essa era a palavra do Pai, a profecia, e sua vontade realizada pelo Espírito Santo quando levou Jesus aquela Cruz”.
Nós não tínhamos direito a salvação, mas Deus pela sua palavra, abriu para nós uma brecha na  Lei, através do Seu Filho e fomos alcançados pela Graça!

Somente quem é alcançado por sua palavra revelada, e entende o sacrifício, e deixa sua vida ser conduzida pela palavra do senhor pode usar deste artifício, dessa brecha que se abre no alto. O Espírito Santo, é quem leva o homem através da palavra novamente a presença de Deus.
Na nossa limitação, é impossível chegarmos a Jesus e receber a benção, mas quando deixamos nossa vida ser conduzida pelo seu Espírito, o milagre acontece. 

O evangelho genuíno não conduz o homem pelo caminho natural, pelo caminho da auto-ajuda, pelo caminho das virtudes humanas, pelo caminho da psicologia, NÃO!!! o verdadeiro evangelho conduz o homem para o alto, para cada vez mais perto do Senhor. Se deixarmos nos conduzir pelo Espírito e por sua palavra não viveremos este mundo, mas viveremos a Eternidade. Assim o homem não é conduzido por qualquer coisa, pois agora ele pode caminhar, e sabe para onde está indo. 

O fruto daquele trabalho foi o paralítico ter os pecados perdoados, pois o objetivo principal de Deus é salvar o homem, é livra-lo de uma vida de pecados, que impede o homem de caminhar com Deus. Jesus, começou perdoando os pecados, e depois fez muito mais na vida daquele homem, e assim ele quer fazer na vida de todo aquele que aceitar. Depois de operar na vida dele, Jesus mandou que ele levasse seu leito, para que toda vez que ele olhasse para ele, se lembrasse do que o Senhor fez em sua vida! E assim deve ser a vida do homem que foi perdoado, curado, santificado, salvo pelo Senhor, devemos olhar para o que ele fez por nós e sermos gratos eternamente a Ele. 

E sempre que enfrentarmos a multidão de problemas que nos cercam, sabemos que podemos buscar a solução Nele, e na sua palavra, e deixar o Espírito nos conduzir, pois um caminho invisível se abrirá para nós, uma caminho sobrenatural que salta as dificuldades e nos leva além.  Louvado seja o Nome do Senhor!!!

Obr. Marcelo Melo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...