Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

sábado, 23 de abril de 2016

PARA A ALMA FAMINTA TODO AMARGO É DOCE

A ALMA FAMINTA TODO AMARGO É DOCE
"A alma farta pisa o favo de mel, mas para a alma faminta todo amargo é doce." Provérbios 27:7

Introdução;
É fascinante como o Verbo literário é vivo...

Desenvolvimento;

"A alma farta pisa o favo de mel..."

Explicitamente este contexto é exposto em todo o período veterotestamentario, ou seja, na antiga aliança.

O povo de Deus, o Israel nação era farto de profecias, de sinais, inúmeras maravilhas...
Mas pisou no favo de mel;
O mel é um alimento pronto e não cabe a ação do homem para a sua produção, prefigurando a graça salvadora de Cristo Jesus. O âmago de todo ritual judaico, a Torá, os escritos... apontava para a vinda do Messias...
Pisar, neste contexto é um ato metafórico que indica; o mel abaixo do homem, isto é, o homem acima do profético, lembram dos escribas e fariseus?...

"Mas para a alma faminta todo amargo é doce..."

O paganismo vivia a procura de satisfazer sua alma; vale lembrar que Jesus encontra uma civilização composta da força do (Império Romano) e o intelectualismo (Grego).
Vazios e famintos!
 A amargura do calvário nos presenteou com a doçura deste Mel "rejeitado"...

Conclusão;
A Salvação em Jesus é doçura para a alma...
Maranata!

Diácono: Daniel Santos- PR

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE