Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

sábado, 12 de março de 2016

OS BENEFÍCIOS DA COMUNHÃO COM DEUS

OS BENEFÍCIOS DA COMUNHÃO COM DEUS
Eclesiastes 4:9 a 12

"Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho." 
"Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante." 
"Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só, como se aquentará?" 
"E, se alguém prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa."



Introdução: 
Salomão foi um grande sábio, o terceiro rei de Israel. Em quanto Salomão estava em comunhão com o Espírito Santo suas palavras proverbiais tinham o seu contexto histórico, pedagógico e  (Profético).
O texto do capítulo 4 de Eclesiastes fala de Comunhão. Na maioria das vezes a tendência dos escritores bíblicos é enfocar a comunhão evidenciada deste texto de forma horizontal e puramente humana, na qual se descreve um singelo companheirismo ou uma mera sociedade entre pessoas. 
A visão da igreja fiel para essa passagem bíblica é verticalizada, vale dizer, sempre voltada para as coisas eternas; as que vêm do alto. 
Colossenses 3:2 - "Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra;" 
No simbolismo número bíblico o número " dois " denota a comunhão, do grego . koinonia que significa ter tudo em comum. 

Desenvolvimento: 

. A par da importância vital da comunhão, verificamos que o texto, objeto de nossa meditação, elenca cinco situações pelas as quais todos passamos . 

. Quais são cinco etapas  descritas no texto: 

1-  Etapa- A conversão 

" Melhor é serem dois  do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho ". 

. No texto descreve o aspecto da experiência da Salvação associada à conversão. Qual a " paga do trabalho " reservado para o homem? Paulo, aos Romanos, em seu capítulo 6, versículo 23, admoesta: " Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor ". Logo, " se todos pecaram ", todos estão sob a condenação da morte. Esta é a "paga do trabalho ";  o salário reservado para toda humanidade. Contudo, andando com o Senhor Jesus ( " é melhor serem dois do que um"), a " paga do trabalho " se altera para: " mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor". Está é uma vida de renúncia dos prazeres mundanos.
. Daniel, no cativeiro babilônico, aproximadamente 600 anos antes de Cristo, em comunhão com Deus, assentou no seu coração, junto com mais três companheiros, não se misturar com os modos de vida da corte real. 
“E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar.
 E, ao fim dos dez dias, apareceram os seus semblantes melhores, e eles estavam mais gordos de carne do que todos os jovens que comiam das iguarias do rei.”
Daniel 1:8 e 15

2-  Etapa-  A caminhada
"Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante." 

. Descreve a cotidianidade do servo de Deus, a rotina das lutas, nos fala da caminhada e da jornada na qual nos deparamos com pedras de tropeço, obstáculos que constituem recados para desistirmos da caminhada. Contudo, “ se m cair, o outro levanta o seu companheiro”. Se você, jovem, cair, há um companheiro que estende as suas mãos para levantá-lo. Salomão assevera, em Provérbios 24:16: “ Porque sete vezes cairá o justo, e se levantará, mas os ímpios tropeçarão no mal”. O requisito para se obter o auxílio é estarmos na comunhão; estarmos unidos com  _ e só com_ O Senhor Jesus.
. Há um cântico muito bonito baseado no episódio bíblico descrito em Lucas 24: 13 a 35 ( os dois discípulos no caminho de Emaús): “ Divino companheiro no caminho/ Sua presença sinto logo ao transitar...” E o coro diz: “ Fica, Senhor, já se faz tarde/ Tens o meu coração para pousar/ faze de mim morada permanente: fica Senhor, meu Salvador!”
"Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro.’

3- Etapa- O calor maravilhoso e sublime do Espírito Santo
"Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só, como se aquentará?" 
. Descreve a situação da frieza da noite, do vale da aflição, da necessidade do descanso nos tempos do inverno.
. O mundo vive a noite e a frieza espiritual. É a hora de escuridão. Trevas Caem sobre o mundo apático; só um povo ( igreja fiel) tem a luz ( Jesus) e espera o grande Êxodo que estás ás portas.
. A despeito do cair da noite, O Senhor nos aquece com o calor maravilhoso e sublime do Espírito Santo daí precisamos de “ dormir”,  aqui desse texto  está no sentido de descansar no Senhor. Precisamos confiar plenamente no aconchego da comunhão que aquece o coração humano aflito, decepcionado e desiludido. Deixa o Senhor resolver os seus problemas. Não se desesperar diante das batalhas pressupõe exercício da fé.
. Enquanto Davi olhava para os montes ( montes de problemas) não obtinha respostas; ficava no pano das indagações. Porém, quando desviava o olhar dos montes e olhava mais para o alto, para o alvo da soberana vocação, e confessava que o Senhor_ Aquele que fez o Céu e a terra_ é maior que o monte de problemas, obteve imediatamente a resposta.
“ Elevo os meus olhos para os montes; de onde me virá o socorro?
O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra”. 
Sl 121:1-2 

4- Etapa – Uma guerra travada contra os inimigos
"E, se alguém prevalecer contra um, os dois lhe resistirão;
. Descreve uma luta, uma guerra travada contra os inimigos. Quando o Senhor livrou o seu servo Davi das mãos do rei Saul, ele escreveu o salmo 18.
Salmo 18: 47-48- “É Deus que me vinga inteiramente, e sujeita os povos debaixo de mim;
O que me livra de meus inimigos; - Sim, tu me exaltas sobre os que se levantam contra mim, tu me livras do homem violento”.
. Noutra ocasião, Davi enfrentando Golias, na comunhão com o Senhor, asseverou ( I Samuel 17:47):
“ E, saberá toda congregação que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará na vossa mão”.
5- Etapa- Atuação da Trindade
“... e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa."

. Dessa última etapa descreve a atuação da trindade ( “ o cordão de três dobras”) e o fortalecimento do Seu povo para o cumprimento de Seu Projeto Eterno. Dir-se-ia: mas o texto afirma que “ não se quebra tão depressa”. Então quebra? Dir-lhe-ei, entrementes: O Senhor dá livre arbítrio ao homem; ninguém é coagido ou forçado a manter com Ele comunhão. Enquanto estivermos nEle, “ o cordão de três dobras” nunca se romperá. Mas a comunhão é sensível. Deus te chama para manter a comunhão maravilhosa conSigo nas cinco etapas descritas em Eclesiastes 4:9 a 12.
Conclusão
Vivendo comunhão com Deus durante essas 5 etapas em nossas vidas.Resultará em inúmeros benefícios podemos citar alguns: Livramento, preservação, cura, vitória, consolo entre outros. Mas o grande benefício da doce comunhão com Deus gera é a Salvação.

 Diácono: Josenilson Félix

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE