Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE

sexta-feira, 4 de março de 2016

O CORAÇÃO DO REI NA MÃO DO SENHOR

Pv 21:1

I – INTRODUÇÃO:
        Sabemos que é atribuída a Salomão a autoria de três livros do Antigo Testamento: Provérbios, Eclesiastes e Cantares. O livro de Cantares foi possivelmente escrito nos anos da juventude de Salomão, enquanto Provérbios provavelmente tenha sido composto num momento de mais maturidade, pois é notória nele a sua sabedoria. Já o livro de Eclesiastes marcou a velhice de Salomão, pois percebe-se um rei que já havia experimentado de tudo na vida e que chegou à conclusão de que tudo era vaidade e que o mais importante era temer a Deus. O que se pode notar é que tudo que Salomão escreve está relacionado a experiências que teve com o Senhor ou a ensinos dados por meio de revelação.


     
II – DESENVOLVIMENTO: 
        . “Como ribeiros de águas...” – Por quê esta comparação? A expressão ribeiros ou rios de águas também foi usada pelo Senhor Jesus quando ele fez o seguinte enunciado: “ Quem crer em mim, como diz as escrituras, rios de águas vivas fluirão de seu ventre.” Ele estava dizendo a respeito do Espírito Santo que haveria de ser dado. Sabemos, então, que o Espírito flui como rios de águas vivas no coração daqueles que crêem em Jesus, mas num Jesus revelado nas escrituras, um Jesus profético. E por quê a palavra rio está no plural? Pois diz respeito a uma diversidade de operações. De diversas maneiras o Espírito Santo opera, depende é claro, de como está o nosso coração. 

       .”... assim é o coração do rei na mão do Senhor...” – Isto é muito interessante, pois o rei é uma autoridade que sempre dá diversos tipos de ordens a todos seus súditos e sua vontade é soberana. Sabemos que todos nós temos um rei dentro do coração, que é o nosso próprio eu. Temos vontade própria e queremos agir de acordo com ela, uma vontade que vem do coração. Mas,  a palavra de Deus diz que enganoso é o coração do homem. Agora, a experiência de Salomão nos chama atenção. Ele, apesar de ser rei e ter uma vontade própria, busca fazer a vontade do Senhor. Ele entregou seu coração na mão do Senhor e o Senhor, com seu poder, movia o coração entregue para o seu propósito. Por isto, em Provérbios, também o Senhor nos diz: “Filho meu, dá-me teu coração”.

     .”... a tudo quanto quer, inclina...” – Como o Senhor faz isto? Quando cremos em Jesus, entregamos nosso coração ao Pai e recebemos o Espírito Santo, que como rio começa a fluir em nossas vidas. As águas de um rio nunca ficam paradas, mas elas correm numa determinada direção porque há uma inclinação da terra. Então, o rio nasce num lugar de altitude e vai fluindo e correndo em direção às partes mais baixas até desembocar no mar. Assim também é o fluir do Espírito Santo que começa num lugar alto. Este lugar alto onde o Espírito Santo foi derramado foi a cruz do calvário,  o lugar onde Jesus teve o lado de seu corpo ferido e donde saiu águas vivas que passaram a fluir em nossos corações, era a rocha que foi ferida para brotar águas de salvação. Esta fonte foi aberta no calvário. A partir daí, Deus vai trabalhando nos corações para que o Espírito não pare de fluir. Da mesma forma que um rio tem um objetivo que é chegar ao mar, e para alcançá-lo, contorna muitos obstáculos naturais como vegetação, terra, pedras e etc., o Senhor quer nos levar ao seu propósito maior que é viver na plenitude do seu Espírito, conforme o profeta foi levado em Ez 47 até que o rio chegou ao Mar Morto para tornar saudáveis as suas águas. Muitos obstáculos estão presentes neste mundo para impedir o fluir do Espírito, porém se crermos em Jesus e entregamos nossos corações a Deus, desviaremos de todos eles, e o propósito maior do Senhor, ao inclinar o nosso coração, será alcançado: levaremos uma palavra viva para aqueles que estão mortos neste mundo, espiritualmente, nos delitos e pecados.

III – CONCLUSÃO: 
       O Senhor nosso Deus quer nos levar a viver assim também. Muitas vezes os servos deixam de entregar seus corações ao Senhor, suas vontades e necessidades, seus problemas e anseios. Muitos não conhecendo a Jesus e a sua palavra, deixam de crer nEle. Desta forma, não tem como o Senhor tocar no coração para o inclinar e permitir o fluir do Espírito. Portanto, entrega o seu coração na mão do Senhor!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...