Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

quinta-feira, 10 de março de 2016

A GRAÇA DO SENHOR NA VIDA DO HOMEM

A GRAÇA DO SENHOR NA VIDA DO HOMEM
ATRIBUTOS DE DEUS
Jonas 1:6
“- E o mestre do navio chegou-se a ele, e disse-lhe: Que tem dorminhoco? Levanta-te, clama ao teu Deus; talvez assim ele se lembre de nós para que não pereçamos.”

INTRODUÇÃO
- Jonas foi chamado pelo mestre do navio de dormente.
-  Assim é o homem na desobediência, fica insensível, alheio aos perigos, deitado, acomodado no seu pecado.
- Os marinheiros, naquele momento, resolveram lançar sorte para saberem
por qual deles sobreveio aquele mal, todavia, desconheciam o que o salmista,
no capítulo 16:5, diz:
 “O Senhor é a porção da minha herança e do meu cálice, Tu sustentas a minha sorte”, e, como tal, a sorte caiu sobre Jonas. 



DESENVOLVIMENTO
- Perguntaram então os marinheiros:  “de onde vens? e, de que povo és tu?”
- Jonas respondeu: “eu sou hebreu e temo ao Senhor”.
 - Neste momento ele reconheceu o seu estado e, sobretudo, que era servo do Deus vivo.
- Quando o homem se humilha e reconhece a onisciência do Senhor, os que estão à nossa volta sentem a operação deste Deus Poderoso. E isto aconteceu. 
- Os marinheiros, diz a Palavra, se encheram de temor, a ação do E.S. manifestando a Onipotência de Deus quando então perguntaram a Jonas o que fazer, e ele respondeu: 
“levantai-me e lançai-me ao mar”, ou seja, lugar do pecado é no mundo, e assim foi feito, não obstante os marinheiros tentarem, com suas próprias forças, darem um jeito na situação, o Senhor, mais uma vez, mostrou-lhes que, contra a ordem de Deus não há força humana; 
 - E os marinheiros oraram, diz a palavra, clamaram a Deus, e assim cessou o mar da sua fúria.
- Estes homens tiveram uma experiência com o Senhor, viram o seu poder e fizeram votos a Ele.

CONCLUSÃO
- E Jonas orou, a de Deus onipresença do ventre do peixe, rodeado pelo abismo, mas a oração dele era precedida da voz do agradecimento, outro meio de graça, o louvor, pois no verso - 9 do capítulo 2 o profeta louva em oração e o peixe vomita-o na terra.
- Quando o homem, no pecado, reconhece sua fraqueza, sua impotência adquirida pela desobediência (o poder de Deus não opera na desobediência, porque a oração não chega ao trono de Deus), 
- Ao orar, já na posição de ouvir a voz de Deus, o Senhor resgata o homem do seu pecado e lança-o na terra, dando-lhe firmeza para caminhar.
- O fruto da oração são todas as respostas, bênçãos, curas, soluções e tantos outros resultados que recebemos como resposta de nossas orações e clamores

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE