Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE

domingo, 31 de janeiro de 2016

SIMÃO, O CIRENEU (Lucas 23: 26)

SIMÃO, O CIRENEU (Lucas 23: 26)

lucas 23:26

DESENVOLVIMENTO

Exatamente naquele momento em que Simão passava, o Senhor Jesus estava sendo conduzido pelos soldados romanos e acompanhado por aquela multidão, em direção ao local da sua crucificação. Havia centenas, talvez milhares de judeus acompanhando aquele cortejo, e Jesus não suportava mais continuar caminhando com a cruz nos ombros. Ele havia passado a noite em claro, sendo julgado pelos sacerdotes, depois de ter padecido no Getsêmani, e estava demasiadamente cansado e esgotado fisicamente.


De repente, ao aproximar-se um pouco mais para ver de perto o sofrimento daquele homem desconhecido, Simão foi agarrado por um dos soldados e puxado para o meio, sendo constrangido a levar a cruz do Senhor Jesus. Com tantos judeus ao redor naquele momento, justamente Simão, um estrangeiro, foi o “escolhido” (por Deus) para levar a cruz do Salvador até o Gólgota. No local onde Jesus foi crucificado, Simão contemplou todas as coisas que envolveram os últimos momentos da vida do Senhor Jesus, suas últimas palavras e seu último suspiro, e tudo isso transformou sua vida.

Simão, que quer dizer famoso, vaidoso, é o representante profético de muitas pessoas que estão vivendo como ele neste mundo. Muitos hoje em dia, vivem as suas vaidades, distantes de seu lugar de origem (a presença do Senhor), vivendo para cuidar do seu pequeno campo (seus interesses) e alheios a tudo que está acontecendo no plano profético e em relação ao Projeto de Deus.
Mas um dia, inesperadamente, a mão do Senhor o toma e o coloca diante da Pessoa Maravilhosa do seu Filho. Neste momento o homem se depara com a realidade do sofrimento e do sacrifício do Senhor Jesus, sente o impacto do constrangimento operado pelo Espírito Santo e se vê na obrigação de tomar a cruz do Senhor e começar a seguir após Ele (II Co 5:14). Tomar a cruz significa assumir um compromisso, firmar uma aliança com o Senhor, baseada no seu sacrifício em favor de nossas vidas, é se identificar com a morte de Jesus e viver para Ele por toda a vida.
Jesus disse que haveria mais alegria no céu por um pecador que se arrependesse, do que por noventa e nove justos que não precisam de arrependimento (Lc 15: 7); e o Filho do Homem veio buscar e salvar o que se havia perdido (Lc 19: 10).

CONCLUSÃO
Se alguém está distanciado de Deus, alheio a tudo aquilo que diz respeito ao seu Projeto e vivendo segundo o seu próprio coração, é justamente esta pessoa que o Senhor quer alcançar.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...