Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

JESUS VIRÁ

2016 VEM - JESUS VIRÁ
Romanos 8:22-23
            "Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo."
INTRODUÇÃO
Estamos no limiar de um novo ano. A Igreja está vivendo e vendo o que foi profetizado e predito pelos profetas, apóstolos e santos e que almejavam ver este tempo e não puderam ver.


Nossa geração tem sido privilegiada em todos os sentidos, porque estamos vendo e vivendo não somente as grandes transformações do mundo físico nas suas explosões de progresso baseado na ciência e na tecnologia, mas também como Igreja podemos presenciar e conferir tudo aquilo que anteriormente foi anunciado pelos profetas e confirmado pelos apóstolos e pela Palavra do SENHOR JESUS.
A passagem do primeiro milênio para o segundo milênio da era cristã não teve historicamente, nem espiritualmente, fatos marcantes que pudessem ser anotados, já que aquele período ficou conhecido como um período obscuro da história. Marcado pelo domínio político-religioso de um cristianismo que saiu do objetivo e do projeto de DEUS, dominando o mundo político e religioso daquela época. Somente no propósito material e fora do projeto profético de DEUS.
Com o grito de alerta através da Reforma religiosa do século XVI, o mundo saiu com grandes lutas do obscurantismo para uma fase que se chamou Renascimento.
O RENASCIMENTO
A partir daí ocorreram as grandes mudanças no mundo até os nossos dias, quando nos preparamos para a entrada do novo ano, no terceiro milênio do Cristianismo.
O tempo se mostra cada vez mais implacável. “O ponteiro do relógio que nos fere”.
O relógio que marca o nosso tempo não deve ser confundido com o tempo profético de DEUS, embora possam andar par e passo, unidos apenas como referencial para a Igreja dos últimos dias ("Ninguém sabe o dia nem a hora." – Mc 13:32)
As grandes transformações deste novo milênio têm trazido para o homem de certa forma enormes benefícios, consolidando o projeto material do homem e consolidando as suas aspirações materialistas.
Neste aspecto tudo evolui aceleradamente "a ciência se multiplicará" (Dn 12:4). Como exemplo, a facilidade nos meios de comunicação, a informática, o aumento da velocidade, a genética e outros ramos da ciência e da tecnologia. O esporte também evoluiu e o homem supera os seus próprios limites.
Um fato que nos deixa atônitos é a situação do mundo religioso atual. Cada dia que passa mais se identifica com o mundo no seu materialismo, no seu imediatismo e no próprio envolvimento do pecado.
A sede da alma do homem se manifesta numa procura desenfreada por transcender em busca de algo que parece cada vez mais distante.
O evangelho que deveria conduzir a alma ao encontro com seu Criador perdeu a sua característica de fé para usufruir os benefícios imediatos do mundo que perece. Deixou de ser sal, abdicando sua característica de agente preservador e transformador para ser insípido, pisado e condenado com o mundo.
O cristianismo de hoje tem buscado no mundo todo o socorro possível na tentativa de enganar a sua clientela, não se importando de que fonte venha o socorro, ainda que a fonte seja da carne ou das trevas (mundo).
A ENTRADA DO NOVO ANO
            Como Igreja vivemos um projeto, levando em conta a rapidez e a precipitação dos acontecimentos mundiais, que precisam ser lembrados, tais como:
1.   Esfacelamento de sistemas ideológicos e desagregação dos países, como já representados pela antiga União Soviética;
2.   Os acordos de Paz firmados por Israel com seus vizinhos nos levam a concluir que novas surpresas de grande repercussão estão para ocorrer;
3.   A soltura do cavalo amarelo (representado pelos Tigres asiáticos) – Aspecto socioeconômico;
4.   A economia mundial e as crises;
5.   O aumento da iniquidade;
6.   Morte, dor e sofrimento estampados nos noticiários, em nome de um “deus” e de uma fé religiosa (“Porque eis que suscito os caldeus, nação amarga e apressada, que marcha sobre a largura da terra...” Habacuque 1:6)
TODA CRIATURA GEME
            “Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo.” Rm 8:22-23
O Mundo Físico geme para a morte:
Por que geme?  "Porque está morrendo".
O Apocalipse, no capítulo 8, menciona este fato no toque das Trombetas, fatos presenciados cada dia no mundo geofísico:
a)         Primeira trombeta: destruição da terça parte das florestas;
b)         Segunda trombeta: destruição da terça parte das criaturas do mar;
c)         Terceira trombeta: poluição da terça parte das águas.
Estamos vivendo um momento de juízos já evidentes sobre a Obra criadora:
"O Mundo agoniza, o mundo geme" - Este é um grande sinal para a Igreja no mundo físico, aguardando um grande sinal para a Igreja, que é a quarta trombeta que soará.
O Mundo Espiritual geme para a morte:
O cristianismo corre velozmente para cair nos braços do materialismo à espera de um socorro que evite a sua extinção como religião.
O materialismo que domina o mundo através do progresso, da ciência e da tecnologia é o grande argumento para a sobrevivência da religião.
A razão filosófica e teológica devem substituir a operação do Espírito Santo no conhecimento do Altíssimo e outros que apesar de se considerarem pentecostais, batizados com o Espírito Santo estão saindo do projeto e se comportam como sendo ministros do misticismo e da superstição, voltados para uma teologia materialista que engloba a idolatria e a feitiçaria em alguns casos.
A IGREJA FIEL GEME
A Igreja fiel também geme e luta para sobreviver à apostasia que domina o quadro atual, ansiando e aguardando a revelação de JESUS, suportando com alegria este momento porque sabe que o gemido é profético para ela, prenunciando a nova vida que se aproxima.
Finalmente, um novo ano se aproxima, quando o mundo se prepara de todas as formas para essa passagem, sem dúvida um grande acontecimento; cheio de expectativas em todos os setores de atividades humanas, a passagem para o próximo ano deverá ser marcada por comemorações e eventos.
Explosão de alegria, entre gritos de euforia da população e do mundo ao receber o novo ano que, por certo, marcará mais uma oportunidade para esta geração.
Contudo, "TODA CRIATURA GEME" ("como nos dias de Noé"). Da mesma forma o mundo, já tendo passado para outro milênio, sem a preocupação daquilo que foi prenunciado pelos profetas. O mundo explode, a igreja infiel dorme e a Igreja fiel continua aguardando o momento da partida.
Aprouve ao Espírito Santo de DEUS dar o grito de alerta em todos os recantos do mundo, em especial em nossa Pátria, aos ouvidos de todos os servos de que a hora está avançada, o grito da meia-noite ecoa. É a saída para o encontro que não deve tardar, estamos antecipando não a passagem de um milênio, mas a preocupação de que o tempo se aproxima. A Igreja irá participar de todos os acontecimentos mundiais sabendo que o gemido do mundo, apesar da inconsciente euforia, para muitos é o gemido para a morte. "TODA A CRIAÇÃO GEME"
A criação geme para a morte. É mais um grito profético para a Igreja, anunciando o novo dia. A noite dos séculos se espreguiça na morte da criação, quando o mundo geme para a morte e a Igreja geme para a VIDA com o raiar de um novo dia.
GEMEMOS PARA A VIDA
                 Esta é a expectativa da Obra para os próximos tempos, um novo dia nos espera enquanto gememos para a vida.
                 A Obra viverá daqui para a frente este grande momento, se antecipando em trabalhos, lutas, vigilância e vitórias - os albores da aurora eternal.
                 O Espírito Santo consolida um Projeto de Salvação firmado na doutrina apostólica vivida desde os primeiros anos, na igreja primitiva, com o povo do Senhor sendo sustentado na “comunhão e no partir do pão” – LEMA DO ANO 2016 (Atos 2:42).
                 Mais perto estamos do alvo, aguardando a Redenção no Senhor Jesus! (Lembrar o lema de 2015)

JESUS VIRÁ – MARANATA


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...