Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

Série de Estudos Sobre a 5ª Medida

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

BÍBLIA - A PALAVRA DE DEUS (PRINCIPIANTES)

BÍBLIA - A PALAVRA DE DEUS    (PRINCIPIANTES)
TEXTO BÁSICO DA 1ª AULA :  Apoc 19:13

            1 - A PALAVRA VEIO DE DEUS  -  Jo 1:1
            2 - O OBJETIVO DA PALAVRA É A SALVAÇÃO DO HOMEM-I Jo 5:13
            3 - A PALAVRA É REVELADA  -  Jo 6:63

            INTRODUÇÃO - A Bíblia é um livro diferente de todos que existem. Quando nós olhamos para a Bíblia podemos perceber que ela é um livro misterioso, mas não místico, porque o seu conteúdo é profético. A Bíblia é um livro milenar, começou a ser escrita por volta do ano 1.500 a.C. e foi concluída no ano 100 dC. Apesar de ser um livro milenar, a Bíblia se distingue dos demais porque o seu autor está vivo.


            Todo livro contém detalhes que só o seu autor conhece, e um fato que percebemos em relação à Bíblia, é que nós podemos ter o seu Autor ao nosso lado a qualquer momento.
            Nesta aula vamos analisar três pontos relacionados com a Bíblia:

            1- A Palavra veio de Deus - Nós podemos provar que a Palavra veio de Deus até mesmo pela ciência. Até mesmo as pessoas que não têm muito conhecimento, sabem que isto é verdade.
            Se nós pegarmos uma ciência como a arqueologia, nós vamos descobrir que a Bíblia veio de Deus, através de suas descobertas: as cidades bíblicas antigas,como Sodoma e Gomorra, os objetos encontrados, os vestígios dos povos da antiguidade e que são mencionados na Palavra, etc. Alguns arqueólogos realizaram um projeto para provar que nada na Bíblia era verdade, e no final do seu trabalho eles descobriram o contrário e escreveram o livro “ E a Bíblia tinha razão”, muito conhecido até hoje.
            A Bíblia fala da redondeza da terra (Isa 40:22), quando muitos na idade média foram sentenciados por afirmar isso. Ela fala da invenção do carro (Naum 2:4). Até menciona a energia nuclear nas palavras do apóstolo Pedro, um simples pescador (II Pe 3:10).
            A própria história universal também confirma a origem Divina da Palavra, pois ela descreve com detalhes o surgimento dos impérios que se levantaram ao longo dos séculos.
            Mas nós não aceitamos que a Bíblia veio de Deus por causa destas coisas, e sim pela fé, pois o Espírito Santo tem aberto os nossos olhos para isso.

            2 - O objetivo da Palavra é a salvação do homem - Quando a Bíblia fala de salvação no Velho Testamento, ela usa a palavra “Yeshua”. Esta palavra significa “salvação” em hebraico, e é a mesma palavra usada para escrever o nome de JESUS. Isto quer dizer que o ponto principal da Palavra é o Senhor Jesus, pois ele é a nossa Salvação. Por isso nós vemos o Senhor Jesus em toda a Palavra, desde Gênesis até Apocalipse.
            Nós vemos o Senhor lá em Gênesis no sacrifício de Abel (Gên 4:4). Quando Abraão diz a Isaque: “ Deus proverá um cordeiro para si, meu filho” (Gên 22:8). Vemos Jesus na Páscoa, quando o Senhor ordenou que se passasse do sangue do cordeiro nas portas (Êx 12:7), nos Salmos , em Cantares, nos livros dos profetas, e em toda a Palavra.
                        Um pastor foi indagado por uma senhora por que ele não gostava de Maria. Ele respondeu que não se tratava de “ não gostar de Maria”, ele até falou que  a considerava uma grande mulher e uma serva do Senhor extraordinária, só que Ela não era o “Cordeiro”.
            Para que nós vejamos o Senhor Jesus em toda a Palavra, ela precisa ser Revelada para nós.

            3 - A Palavra é Revelada - Para enxergar o Senhor em toda a Palavra e alcançarmos salvação, a Palavra precisa ser revelada, isto é, precisamos ir além da letra. Por que nós precisamos ir além da letra para obtermos salvação ? A própria Palavra responde: “a letra mata, mas o Espírito vivifica”. Quando a Palavra fala de salvação e de vida, ela fala de vida eterna. Isto significa que para termos a vida eterna nós precisamos alcançar a revelação da Palavra. Para melhor entendermos o que é Palavra Revelada, podemos afirmar que ela é “aquela que vai além da letra”. Isto não é uma frase feita, todo servo desta obra precisa entender muito bem isso.
            O eunuco que descia de Jerusalém estava na letra. Filipe lhe mostrou a Palavra Revelada (At 8:35).
            Para um melhor entendimento, observemos os três casos de cura de cegos operadas por Jesus, e que estão narradas nos Evangelhos:
            O primeiro cego foi Bartimeu, que estava assentado fora da porta de Jericó, e ao lado do caminho mendigando. Ele clamou: Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim. Jesus perguntou o que ele queria, e ao ouvir que queria ver, disse-lhe: Vê. E ele viu e passou a seguir a Jesus pelo caminho.
            O segundo cego foi o de Betsaida. Jesus o tomou e saiu da aldeia, cuspiu nos seus olhos, impôs as mãos e perguntou se via alguma coisa. Ele respondeu que via os homens como árvores que andavam. O Senhor tornou a impor-lhe as mãos e ele respondeu que via tudo distintamente bem e ao longe. Jesus então o recomendou que não voltasse mais à aldeia e o despediu.
            O terceiro cego foi o de nascença, que estava mendigando em Jerusalém. Jesus cuspiu no chão, fez lodo com o barro, passou nos olhos do cego e mandou que fosse se lavar no tanque de Siloé. O cego foi lavar-se e voltou vendo perfeitamente.
            Algumas perguntas sobre estas curas: Por que Jesus não curou os três cegos da mesma maneira ?  Será que o Senhor queria ensinar alguma coisa agindo de formas diferentes ?  O que Ele queria ensinar ?
            Se nós não soubermos as respostas, é porque a Palavra não está revelada para nós, e não conhecemos o suficiente para obtermos a salvação e a vida eterna.
           
            Mateus 7:24-27 ( Os dois fundamentos ) - Neste texto Jesus afirma que todo aquele que ouve as suas Palavras e as cumpre, é semelhante ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a Rocha. Quando nós estamos ouvindo a voz de Jesus, isto quer dizer que estamos ouvido a sua revelação, já que Ele fala por revelações. Se o Senhor fala e eu obedeço, minha vida está sendo edificada sobre a Rocha, sobre a revelação. Deus fala e eu obedeço. Ele continua falando e eu obedecendo. Mas se Ele fala e eu não obedeço, Ele vai parar de falar comigo, pois de que adianta Ele falar comigo, se eu não obedeço ? Neste caso a minha casa (vida) está sendo edificada sobre areia.
            Aquele que ouve as Palavras do Senhor Jesus e não as obedece, é semelhante ao homem insensato que edifica a sua casa sobre a areia.
            A Rocha é um bloco compacto e único, enquanto a areia é fragmento de rocha. Se a Rocha é Jesus, e Jesus é a Palavra, então o fragmento representa porções da Palavra que são tomados como fundamento. A Rocha também é tipo da Obra, enquanto a areia é a Religião. Muitos estão tomando fragmentos como base da sua vida e criando religiões para si. Alguns exemplos de fragmento: Os testemunhas de Jeová, os Sabatistas, os que só pregam curas, etc.
            Nós só percebemos a diferença entre as casas (já que por fora elas parecem ser iguais), quando vem sobre elas a Chuva, o Vento e as Enxurradas.
            As chuvas são as coisas que vêm do mundo (resultado da evaporação do mar). Crentes pulando carnaval para evangelizar os foliões. Bailes dançantes nas igrejas para entrosar os casais. Reveilon do “povo santo”, ocorrido no Recife. Escola dominical na praia, para atender aos jovens que não vão à igreja, como aconteceu no Rio de Janeiro. Peças teatrais nas igrejas, e coisas desta natureza.
            Houve um pastor que convidou os irmãos para o culto certa noite, porque a irmã Nélia iria oferecer uma gostosa canjica para todos depois do culto.
           
            Os ventos são as doutrinas estranhas à Palavra que sopram em várias direções. São os modismos do mundo, as filosofias, a política penetrando nas igrejas e tudo mais.
            Havia um irmão já idoso que não gostava do culto do final do ano na sua igreja, pois o pastor o colocava sentado numa cadeira no púlpito, e às 23:50 h um garotinho começava a empurrá-lo. Quando chegava  meia-noite ele caia no chão e o garotinho sentava em seu lugar,  para mostrar a chegada do ano novo.
           
            As enxurradas são as coisas ocultas, que vêm por baixo para derrubar a casa. Fato conhecido foi o da irmã que comprou cerveja para os filhos beberem em casa, a fim de  não darem mau testemunho lá fora.
            Outro irmão tomava uísque escondido do pastor, para baixar o colesterol.
            Quem está firmado na Obra não se abala com estas coisas, mas quem está na religião sofre as consequências.

            Mateus 16:13-19 (A confissão de Pedro) - Jesus queria saber qual o pensamento das pessoas (religiões) sobre Ele. Uns pensavam que Ele era João Batista, outros pensavam que Ele era Elias, e outro Jeremias ou um dos profetas. As religiões hoje em dia não falam mal de Jesus, até falam muito bem dele, pregam, louvam, etc. Mas só que a sua opinião sobre Jesus é baseada na sua capacidade natural de observação, no seu intelecto e na sua razão, isto é, a religião conhece Jesus na letra.
            Então Jesus perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou ?” Pedro respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo”.
            A resposta de Pedro não foi baseada na sua razão, e sim na revelação. Pedro expressou aquilo que o Espírito Santo   lhe revelou, por isso Jesus disse:”Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus”. E assim que nós precisamos conhecer a Jesus, como Ungido do Pai, e vivo eternamente.
            A resposta certa sobre Jesus não é a que eu vi no livro do reverendo tal, ou a que eu li no compêndio de teologia moderna. Mas a resposta certa é a Revelação sobre Jesus, pois a revelação aponta para a eternidade. A resposta de Pedro sobre Jesus apontava para a eternidade.
            Um pastor que foi aos Estados Unidos, ligou a televisão do hotel em que estava e começou a assistir a um culto que se iniciava. O pastor foi anunciado por um apresentador, e quando saiu de detrás de uma cortina com seus longos cabelos, todos o aplaudiram. Ele então sentou-se  e começou a tocar piano e a cantar. Sua voz era maravilha e tocava piano com maestria. A platéia o aplaudia ao final de cada número. No encerramento da apresentação, todos o aplaudiram de pé por um longo tempo. Tudo muito bonito, um verdadeiro show. Mas uma pergunta ficou sem resposta: Onde estava o Cordeiro ?
            Sem Jesus revelado nada tem valor, nada tem vida eterna, porque quando Jesus se revela a vida brota e os milagres acontecem.
            Uma irmã contou como foi a sua conversão. Um dia ela foi se confessar e o padre requereu a confissão de um determinado pecado. É que ela havia ganhado uma Bíblia de uma amiga que era serva, e alguém contou o fato ao padre que considerou aquilo um pecado. Ela então recebeu a ordem de tocar fogo na Bíblia. Ao chegar em casa mandou que seu filho cumprisse a determinação daquela “autoridade eclesiástica”, e o menino  é   que   quase    pegava  fogo   ao manusear o álcool e o fósforo. A irmã então resolveu jogar a Bíblia na cisterna do quintal de sua casa que se encontrava cheia de lama. Alguns meses depois resolveu limpar a cisterna e chamou para isso um homem pobre e maltrapilho, que só vivia bêbado e era conhecido por toda a rua. Ao realizar o serviço de limpeza, o homem achou a Bíblia toda suja de lama e a devolveu à irmã que recusou recebê-la. Então ele a levou para casa e a limpou. Três meses mais tarde, a irmã ia passando por uma rua quando foi cumprimentada por um desconhecido. Ela então indagou quem era ele, e ele perguntou se ela não o estava reconhecendo, foi quando ele se identificou como sendo aquele  bêbado que vivia caído pelas calçadas se sua rua. Então ela muito admirada pediu que lhe dissesse o que aconteceu com a sua vida, que estava tão mudada. Foi quando ele contou como levou aquela Bíblia toda suja de lama para casa e a limpou cuidadosamente,  depois começou a lê-la e descobriu através da Palavra Alguém que mudou sua vida completamente. A irmã então, muito maravilhada, saiu dali dizendo consigo mesma: Eu também preciso conhecer  quem mudou a vida daquele homem. Comprou uma Bíblia e começou a ler, e o Senhor se revelou para ela também.






BÍBLIA - A PALAVRA DE DEUS
( PRINCIPIANTES )
TEXTO BÁSICO DA 2ª AULA : Heb 4:12,13

1 -        Mateus 16:18,19 ( Petros e Petra )

            Texto em Português                                         Pronúncia em Grego

            Tu és Pedro                                                      Su ei Petros
            E sobre esta Pedra                                            Kai epi tautê tê Petra
            Edificarei                                                           Oicodomêsu
            A minha igreja                                                   Mu ten eclesian

            O texto bíblico nos mostra no original, o significado exato daquilo que Jesus quiz dizer quando proferiu estas palavras para Pedro. Ele não disse que Pedro seria o fundamento da igreja, mas um simples componente dela (Petros= pequena pedra).
O fundamento seria aquela afirmação de Pedro de que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus vivo. Firmada nesta revelação a igreja seria edificada (Petra=Rocha).
            A religião sem revelação, não entende nada e é capaz de tirar conclusões, as mais absurdas. Jesus falou em seguida que daria as chaves do reino dos céus a Pedro. Daí a religião passou a afirmar que Pedro é o “Porteiro do céu”, e que só entra no céu quem ele quiser. Raciocinando assim alguém pode pensar que não precisa de Jesus para entrar no céu, basta falar com Pedro, ser amigo dele, no mês de junho soltar uns foguetões prá ele, e está tudo resolvido. É como o garoto que entra no campo de futebol por baixo da roleta, mesmo sem conhecer o dono do campo, apenas conhecendo o porteiro.
            As chaves que Jesus deu a Pedro, foram as mensagens reveladas que foram entregues no dia de Pentecostes, onde 3 mil almas se converteram e tiveram as portas do céu abertas para elas; na porta Formosa após a cura do paralítico, onde mais cinco mil creram e entraram no reino dos céus, e depois na casa de Cornélio e em tantos outros onde o Senhor mandou Pedro usar as chaves. Hoje em dia o Senhor também nos tem dado essas chaves, pois a porta dos céus tem sido abertas para muitos nos nossos cultos cada noite.

2 -        Comentários sobre Gênesis 1:1 - A gematria na língua hebraica e as revelações existentes no texto.

3 -        Salmo 119:105
            “Lâmpada para os meus pés é a Tua Palavra...”
            Os pés falam de caminhada, são eles que eu uso para caminhar.
            A lâmpada é a Palavra. Para que eu tenha condições de caminhar para a eternidade, eu preciso estar de acordo com a Palavra, minha vida tem que estar firmada na Palavra.
            “...E luz para o meu caminho”.          A luz é a Revelação, é aquilo que vai me mostrar o caminho que devo seguir e tornar minha caminhada dinâmica. A consulta à Palavra é a forma através da qual eu vou obter a “Luz para o meu caminho”.

            Experiência 1 - Uma senhora não cria na consulta à Palavra, e uma noite sonhou que se encontrava num barco, perdida no meio do mar, em uma tempestade. Na ocasião ela passava por um momento difícil na sua vida. No sonho ela via junto ao timão do barco, uma Bíblia aberta, e o vento virava suas páginas e quando ela lia o que estava escrito, descobria as manobras que deveria dar no barco, e depois de várias viradas de páginas, ela conseguia sair daquela tempestade e chegar em um lugar seguro. A partir desse dia passou a crer e a viver a consulta à Palavra.

            Experiência 2 - Um irmão no Rio procurava um terreno para comprar para a igreja, descobriu um mas não conseguiu localizar o proprietário. Estava quase desistindo quando consultou se deveria fazê-lo. O Senhor respondeu: “Entra neste negócio, porque ele te pertence por herança”. O irmão insistiu e descobriu num cartório antigo, numa rua estreita, que o terreno era de um parente seu que havia morrido a muito tempo, e que ele era o legítimo herdeiro daquele terreno.

            Experiência 3 - O irmão queria vender seu carro que estava batido. Para melhorar o aspecto do carro, mandou fazer um serviço rápido e mal feito, e o colocou à venda. Outro irmão apareceu interessado em comprá-lo, mas ele com a consciência pesada consultou ao Senhor para ver se devia vender o seu carro àquele irmão. O texto tirado foi: “Se estando inteiro para nada servia, quanto mais agora que está quebrado”.

            Experiência 4 - Uma irmã procurou o pastor, que era médico, para fazer um tratamento para perder 35 kg. Quando ela perdeu 30 kg, voltou a se consultar e disse que ia parar o tratamento, pois o Senhor a havia revelado. O pastor perguntou como o Senhor havia feito aquilo. Ela disse que abriu a Palavra e o Senhor respondeu em Jó 16:8.

4 -        Durante a sua história, a igreja viveu três grandes experiências:

            A primeira foi com a Ressurreição. Esta era a grande mensagem da igreja primitiva. Era o assunto principal das cartas de Paulo. A esperança dos servos naqueles dias estava na ressurreição, pois Jesus havia ressuscitado e prometido que todos os seus servos também ressuscitariam.
            Depois de alguns séculos a igreja esfriou espiritualmente, e a terceira grande experiência ocorreu na idade média, quando Lutero descobriu a Palavra que estava trancada nos mosteiros católicos, e a traduziu e divulgou para todo o mundo. A descoberta da Palavra deu um novo ânimo à igreja, e ela continuou sua marcha.
            Hoje nos estamos vivendo a terceira e última grande experiência da igreja. A descoberta da Revelação. O Espírito Santo guardou esta experiência para a igreja da última hora, pois ela viveria dias difíceis e precisaria da revelação, da sua Luz, para caminhar segura. O Senhor tem dado esta experiência a esta Obra, porque os dias estão se abreviando, logo a igreja será arrebatada para estar com o Senhor eternamente.


BÍBLIA - A PALAVRA DE DEUS

              7                                 6                                  5                       4                            3                                  2                                        1
MB}U   Z}Y   JWKVU  Z}   JWUL}   }BP   ZWV}BP
  90   200   1     5           400    1     6          40 10  40  300   5          400    1             40 10  5   30    1              1    200    2           400 10  300  1   200   2

( BERESHIT BARÁ ELOHIM ET HASHAMAIM VET HERETZ )

Gên 1:1 - NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA.



I -  A Bíblia foi escrita em duas línguas básicas, o Hebraico (Velho Testamento) e o Grego (Novo Testamento).
Os antigos hebreus não usavam números, por isso as letras tinham um valor numérico também.
O estudo numérico das letras chama-se GEMATRIA.

II - Análise do primeiro versículo da Bíblia:

            1- O primeiro versículo da Bíblia apresenta diversas particularidades que provam que ela foi realmente inspirada por Deus. Notamos a presença constante dos números 3 (Trindade) e 7 (perfeição).

            2- A frase toda tem 7 palavras.

            3- A soma dos valores de todas as letras do versículo é 2.701 = 37 x 73

            4- A soma dos valores dos substantivos DEUS + CÉUS + TERRA = 777

            5- A palavra BERESHIT (No princípio) aceita 70 transliterações diferentes, dando origem a novas palavras. Ex:
                        RESHIT = Princípio (a)      JESUS
                        SHERIT = Fim         (w)
                        SHIRTAEV = Cântico, louvor
                        SHITOV =  Anelava, desejava
                        BRITESH = Pacto de fogo (Batismo com o Espírito Santo)

            6- A Trindade é revelada nas três primeiras letras do versículo:
                1ª letra - bete ( P ), usada na palavra BEN =  Filho
                2ª letra - rexe ( B ), usada na palavra RHUA = Espírito
                3ª letra - álefe ( } ), usada na palavra ABBA = Pai

            7- O verbo BARÁ (Criar a partir do nada, para existir por um período de tempo) é formada pelas três primeiras letras da Bíblia, mostrando o poder criador da Trindade.

            8- As letras do versículo cabem numa pauta, exceto a letra Lâmede ( L ) da palavra ELOHIM (Deus Trino), que passa a pauta para cima, e a letra Tsad ( M ) da palavra HERETZ (Terra), que passa a pauta para baixo. As coisas de Deus apontam para o alto, para a eternidade, e as da terra apontam para baixo.

            9- A letra Chim ( V ) é a única com três pontas para cima e seu valor numérico é 300.


          10- Cada 21ª letra do Pentateuco é uma letra da palavra ELOHIM (Deus Trino).

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...