Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

Série de Estudos Sobre a 5ª Medida

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

A MULHER DO FLUXO DE SANGUE

A MULHER DO FLUXO DE SANGUE
E certa mulher que, havia doze anos, tinha um fluxo de sangue, Marcos 5:25


Este é um relato que nos condicionar a nos questionar; será que realmente conhecemos a Jesus? Será que temos um pouco de fé?

A bíblia nos diz que; E disse o Senhor: Se tivésseis fé como um grão de mostarda, diríeis a esta amoreira: Desarraiga-te daqui, e planta-te no mar; e ela vos obedeceria. Lucas 17:6, isto é, a fé, faz o sobrenatural acontecer, faz o invisível e o impossível virá realidade.


Eu, não tenho ideias de quantos milagres Jesus realizou naquela época, quantas e quantas mulheres tiveram suas vidas transformadas pelo poder de Deus, Porém, essa aqui, ficou na historia para demonstra a sua atitude de fé.

Vejamos; essa mulher, a palavra nos diz que ela surgiu no meio do nada, Jesus se direcionava para realizar outro milagre. Esta possuía posses, tinha condições e por momento viu a sua vida ir de mal a pior. Ela tinha outro problema de saúde, foi procurar a medicina, entretanto, houve falha medica na vida dela, a diagnosticaram de forma errada, isto tornou o caso dela pior que antes. Eu não sei a quantidade de médicos que essa mulher havia passado, porém, eu sei que não foram poucos, ela ia até um, que lhe dada um parecer, e, encaminhava para outros, e assim nenhum conseguiram descobrir a causa da sua doença, o que se tornou um fluxo de sangue, automaticamente, ela ficou sem recursos financeiros para continuar a sua luta pela vida. E uma mulher, que tinha um fluxo de sangue, havia doze anos, e gastara com os médicos todos os seus haveres, e por nenhum pudera ser curada, Lucas 8:43.

Pensemos; se naquela época a mulher menstruada era tido como impura, e, durante esta fase ela não poderia tocar em nada, pois, segundo a lei, o ser tocado ficaria impuro, a mulher só poderia continuar sua vida normal depois de sete dias E qualquer que a tocar será imundo; portanto lavará as suas vestes, e se banhará com água, e será imundo até à tarde.Porém quando for limpa do seu fluxo, então se contarão sete dias, e depois será limpa. Levítico 15:27-28.
Aquela mulher já sangrava há doze anos. Penso eu que, consequentemente, ela estava isolada de tudo e de todos, penso também que, ela já estava trancafiada da masmorra da sua solidão. Se, esta mulher fora casada a essa altura ela já havia sido abandonada por seu marido e família.

Eu não sei como essa mulher ouviu falar de Jesus, quem sabe alguém com o coração quebrantado quebrou o protocolo da lei, e, trouxe até ela a esperança de vitoria. Quando aquela mulher ouvir falar sobre Jesus, ela não pensou duas vezes, estava ali a ultima porta para ser aberta na sua vida, estava ali à única coisa que poderia lhe trazer a vida novamente. Pois, ela já não tinha mais nada a perder. Quando acabam os recursos humanos o agir de Deus entra em ação.

A parte mais difícil nesta historia, entendo eu, é esta. Imagine o conflito que a mulher não deve ter passado, em sua mente, ela deve ter planejado muitas coisas, ela viveu literalmente entre a cruz e o punhal, a esperança e a fatalidade, a morte e a vida, a fé e a razão. De um lado, se ela deixasse escapar aquela oportunidade nunca mais haveria outra, do outro lado, a lei lhe dizia no que ela tocasse iria contaminar, logo a morte lhe viria de qualquer forma.

Porém, ela precisava chegar até Jesus, mais como se aproximar de Jesus se tudo em sua volta lhe dizia que não? Se o mundo, a sociedade, as pessoas já haviam sentenciado fim dela, se a vida lhe mostrava que para ela não havia mais saída?

Brilhou lá distante, no imenso escuro túnel da vida daquela mulher o raio da fé, ela, não se importou com nada, e, nem com ninguém, ela não pensou se alguém iria ficar limpo ou impuro, ela precisava de um milagre, e, Jesus era a resposta para a vida dela.
Eu, também não sei quais foram os disfarces que ela usou, mais acredito que, ela se cobriu de tamanha forma que ficou irreconhecível. A fé nos leva a ignorar a opinião alheia.

Ela corria vários riscos, inclusive o de tocar em Jesus, sendo este, homem, isso poderia lhe custar o resto de vida que lhe possuía, só que, ela entendeu que, pior do que estava seria difícil ficar, o máximo que lhe poderia acontecer seria morrer, e, ela já estava sentenciada a morrer de qualquer jeito, então, seria muito mais louvável morrer lutando para viver.
Só que, quando tomamos uma atitude em direção a Jesus, o inesperado acontece, Jesus jamais deixar morrer alguém que se ousa a tocar Nele.

Se uma mulher passar sete dias sangrando ela já fica meio debilitada. Imagine então, alguém com doze anos com hemorragia, creio que, ela já estava pálida, magricela, a tristeza já havia corroído a sua alma, o desprezo já lhe era cúmplice, o medo e as lágrimas eram o seu alimento, já não havia para aquela mulher esperança do novo amanhecer. Penso que, ela dormia ansiando não acordar mais, pois, pior que a dor no corpo e a dor na alma. É a incapacidade de olhar para todos os lados e não ver uma saída.

Apesar de tudo lhe demonstrar ao contrario, aquela mulher acreditou que a historia dela não acabaria ali, ela simplesmente, ouviu falar que a vida passara por ali perto, Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6.

Ela decidiu em seu coração, vou a encontro dela, não se importou com a grande multidão que estava a sua frente, dentro dela estava uma certeza, se eu tocar apenas na ponta das suas vestes, eu serei curada, enquanto muitos o abraçavam, puxava, olhava nos olhos Dele, ela, lá de atrás, olhava por entre as penas que caminhava diferentemente ao redor de Jesus.

E uma coisa chama-me atenção, quantos pernas, quantas vestes aquela mulher não viram iguais a de Jesus? Já que havia uma grande multidão o seguindo... quase de doze anos, que estava à morte. E indo ele, apertava-o a multidão. Lucas 8:42. Então, o que a fazia crer que iria tocar na pessoa certa? O que ela notava que o diferenciava dos demais?  Era porque a fé que havia brotado no coração daquela mulher tinha sido canalizada na pessoa certa, Jesus Cristo, não houve intermediário nem intercessores, apenas ela sabia o que estava dentro dela, a sua convicção, lhe direciona para o seu objetivo, ser curada, e, só Jesus tinha a sua cura. Outros podem até falar, imitar, parecer, mais só Jesus possui as respostas que precisamos.

E diz a bíblia que, em meio a tantos, entre empurrões e acoites, aquele mulher se lançou como em um mergulho fatal, era agora ou nunca, era a sua cura ou a sua morte, e, quando ela se jogou, por detrás Dele, consegui tocar na orla das suas vestes, e, de instantâneo o seu sangue parou,  Chegando por detrás dele, tocou na orla do seu vestido, e logo estancou o fluxo do seu sangue.Lucas 8:44. Que alegria, que êxtase, o que aconteceu dentro daquela mulher naquele momento? A sensação de  sentir que o mal como uma capa caiu do seu corpo. O que parecia ser o seu fim, virou um começo de uma nova historia, o seu mal parou, cessou, o pesadelo acabou, o choro que durou a noite interia deu lugar a alegria, Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. Salmos 30:5.

Mesmo assim, ainda houve temor na vida daquela mulher, pois, ela jamais poderia imaginar que em meio a tantas pessoas que cercava Jesus apenas o toque dela, Ele pudesse reconhecer, Oh! Glorias! Que aquele toque desesperado pudesse arrancar virtude de Jesus. E Jesus mesmo sabedor de todas as coisas, pós a mulher em apuros, e, porque não dizer a fio da espada, Ele queria saber até aonde aquele mulher tinha coragem para ir, se realmente ela queria ratificar o seu milagre. Ele perguntou a seus discípulos; Quem me tocou? Penso eu de novo, Jesus perguntar isso seria até brincadeira da sua parte, visto tantos que o apertava, quem sabe os discípulos acharam aquela pergunta até loucura de Jesus, e, Pedro logo disse, Mestre é impossível saber isto, E disse Jesus: Quem é que me tocou? E, negando todos, disse Pedro e os que estavam com ele: Mestre, a multidão te aperta e te oprime, e dizes: Quem é que me tocou? Lucas 8:45, o que Pedro não sabia que o impossível dele era possível para Jesus.

Então aquela mulher de cabeça baixa, cheia de temor, se apresentou, fui eu quem te tocou, e apresentou diante de todos os seus motivos. Então, vendo a mulher que não podia ocultar-se, aproximou-se tremendo e, prostrando-se ante ele, declarou-lhe diante de todo o povo a causa por que lhe havia tocado, e como logo sarara. Lucas 8:47.

A cura dela não era ainda o mais precioso, o melhor estava por acontecer, após de, ela receber a cura do seu corpo, Jesus lhe garantiu a melhor coisa que pode acontecer na vida de uma pessoa, deu lhe  a sua salvação. E ele lhe disse: Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou; vai em paz. Lucas 8:48.

Uma atitude movida pela fé fez essa mulher ficar na historia entre os que viveram o sobrenatural de Deus.

Você quer fazer parte desta historia também? Tome uma atitude, Use a sua fé e vá ao encontro de Jesus, toque Nele, Creia que a virtude Dele ira entrar em seu corpo não apenas realizando o que você precisa mais também, te dando salvação.

A Fé em Deus nos condiciona a viver o impossível, pois quando pensamos que é o nosso fim Jesus entra com providência e muda toda a situação.



Wallace Oliveira Cruz

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...