Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

terça-feira, 20 de outubro de 2015

A DESOBEDIÊNCIA DE EFRAIM

A DESOBEDIÊNCIA DE EFRAIM
“Efraim com os povos se mistura; Efraim é um bolo que não foi virado” 
(Oséias 7.8).

INTRODUÇÃO: “Efraim” significa “frutífero”, e era o filho mais novo de José, e foi abençoado por Jacó com uma benção dobrada (Gn. 48.17-20).  Mas a tribo de Efraim nos dias do profeta Oséias estava no caminho do erro, da apostasia.





DESENVOLVIMENTO: Efraim com os povos se mistura

Eles estavam perdendo a sua herança e benção espiritual porque estavam se misturando com povos inimigos de Deus e fazendo “aliança” com ímpios.

Efraim não estava mais frutificando, pois estava se misturando com o mundanismo e perdendo sua identidade como um “povo santo” e separado por Deus.

Ele não era mais o mesmo. Não fazia mais diferença. Não mais influenciava com a fé, com a fidelidade e a obediência, pois tinha perdido a sua identidade.

Certa vez o Senhor Jesus orou ao “Pai dizendo: “Não te peço que os tire do mundo, mas que os livre do mal”. O servo não pode se misturar com o mundo mal. Não pode praticar o mesmo mal que o mundo pratica.
Efraim é um bolo que não foi virado

Então o Profeta diz: “Efraim é um bolo que não foi virado”, ou seja, um bolo cozido de um só lado, e cru do outro lado. Um bolo assado por fora, mas cru por dentro. Não tinha mais vida espiritual. 

A metade serve a Deus, outra metade serve ao mundo.

Quantos “crentes” estão hoje como Efraim, estão divididos entre servir a Deus e servir ao mundo e aos seus próprios interesses.

Aparentemente parecem estar comprometidos com o Reino de Deus apenas por fora, mas por dentro não estão.

Esta é uma hora de tomada de posição. O verdadeiro servo, se esforça, luta para agradar o Senhor. Ele deixa o fogo do Espírito Santo queimar por fora e principalmente por dentro!

Não podemos nos misturar com o mundo, e com o que não agrada e não glorifica a Deus.

Os povos se misturam, e quando há mistura de qualquer coisa, perde ali a essência, e perde toda a força. A igreja é genuína e pura. Não podemos se misturar com as coisas desta vida, com as paixões, com os desejos e sentimentos.

Não podemos misturar o espiritual com o material, o eterno com o terreno, a revelação com a razão. Temos que fazer sempre esta separação.

A palavra igreja significa “tirados para fora”. Muitos estão preocupados somente com um lado: O material, com o físico, com sentimentos, pensamentos, etc., Mas a preocupação do servo fiel, é com o lado espiritual.

Há muitos que não oram mais,  não leem a bíblia,  não levantam para a madrugada, para orar, tem muitos que o culto para eles não tem mais importância. É por isso que está havendo na vida de muitos a frieza espiritual, comodismo e falta de ânimo, força e coragem.

CONCLUSÃO: O texto que lemos é uma fala que o profeta usa para demonstrar o caráter da conversão de Israel. Ele estava perdendo sua verdadeira identidade. Estava sendo influenciado pelo mundanismo e pela idolatria. A metade do coração estava debaixo do domínio de Deus, outra metade debaixo da influência do pecado.

Passamos o dia inteiro cuidando daquilo que é nosso, mas nesta noite estamos na igreja, pois queremos que este bolo seja virado, é para isso que vamos ao culto.

Queremos que a nossa alma seja fortalecida, e queremos que o Senhor seja conosco. A nossa alma está alegre, porque Deus tem cuidado de um outro lado, que só ele pode cuidar.
Pastor Júnior Rodrigues 
Cacoal - Rondônia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE