Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE

terça-feira, 12 de maio de 2015

TIRAR-SE-IA A PRESA AO VALENTE?

TIRAR-SE-IA A PRESA AO VALENTE?
Isaías 49: 24, 25


Introdução

Israel se encontrava em uma situação muito difícil no cativeiro babilônico, pois o inimigo era poderoso e a nível humano não havia quem pudesse ajudar os hebreus a sair daquela aflição. Naqueles dias, o Senhor enviou uma palavra ao povo, e lhe fez algumas perguntas que tinham como objetivo conscientizá-lo de sua real situação de impotência e também com a promessa de livramento.
A narrativa bíblica aponta profeticamente para aquilo que o homem, de forma geral, está experimentando no mundo de hoje. Ele está cativo e preso por um inimigo mais forte do que ele, do mesmo modo impotente e sem solução para seus graves problemas.



Desenvolvimento

Tirar-se-ia a presa ao valente? e os presos juntamente escapariam? – A pergunta foi dirigida ao povo de Israel, e naquela ocasião ninguém deu resposta alguma, pois não havia homem algum que apresentasse uma solução para aquele sofrimento. Na mente de todos, além do silêncio, havia a lembrança dos pecados que levaram àquela situação de juízo. O homem de hoje também não tem uma resposta em si mesmo, nem tem recursos para escapar da prisão, pois o valente (adversário) que o domina é mais forte do que ele.

Assim diz o Senhor - Diante da incapacidade do homem, Deus mesmo deu a resposta à sua pergunta. Desde a eternidade Ele já tinha a resposta e a solução para a salvação do homem.
.
Por certo que os presos se tirarão ao valente, e a presa do tirano escapará – Deus mesmo faz a promessa e se compromete em livrar o homem do valente e tirano. Estas características do adversário apontam para a violência e crueldade com que tem tratado o homem. Mas o Senhor pelo seu amor e misericórdia, se levanta para operar em nosso favor e nos libertar.

Porque eu contenderei com os que contendem contigo, e os teus filhos eu remirei – Através da obra redentora do Senhor Jesus, Deus lutou contra o inimigo que desde o princípio sempre contendeu com o homem, e o derrotou. Na cruz, Jesus realizou uma obra maravilhosa, que lançou por terra o nosso cativeiro, nos dando a verdadeira liberdade. O Sangue de Jesus foi a proclamação da nossa vitória contra o valente e tirano, e contra o sistema mundano que nos prendia. Esta Obra tem uma dimensão que vai de eternidade a eternidade, pois é profética e capaz de alcançar as gerações futuras também.


Conclusão

Diante da incapacidade do homem, Deus mesmo se compadeceu e enviou Jesus para liberta-lo do sistema mundano criado pelo inimigo tirano. Desta forma o homem foi resgatado e conduzido à presença de Deus, para gozar a verdadeira libertação. O amor e a misericórdia de Deus o moveram, a despeito dos nossos pecados, a empreender tamanha luta pelo no resgate, de modo que hoje devemos a Ele a nossa adoração e a nossa vida.

Pr. Silas
Muriaé- MG

Pr Ilson Marques - Uberlandia - MG

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...