Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

Série de Estudos Sobre a 5ª Medida

domingo, 26 de abril de 2015

TRANSPLANTE DE CORAÇÃO EZEQUIEL 36:26

Segue uma mensagem sobre o transplante de Coração em Ez 36:26,
Ezequiel 36:26 - "E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne."

CONTEXTO
- Israel havia se distanciado de Deus;  corações endurecidos;  cativos em Babilônia; tristes (Sl. 137 - sentados e chorando, harpas penduradas, sem o louvor ao Senhor);
- derrotados militar e principalmente espiritualmente;
O Profeta chamado para anunciar a promessa de uma benção de restauração.  A transformação de um estado de extrema dificuldade, numa nova condição de alegria e novidade de vida, pelo amor e misericórdia do Senhor;



FORMA DE OPERAÇÃO
- um novo coração, uma nova mentalidade, transformação;
- CORAÇÃO - A Bíblia usa diversas vezes a palavra "coração" para referir-se à sede dos sentimentos e das vontades do homem.  O coração é visto como o centro da vida, o órgão mais importante.
"Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida” (Prov.4:23).

TRANSPLANTE DE CORAÇÃO
- hoje podemos associar a figura utilizada pelo Profeta como um transplante de coração;
- indicação de transplante:  coração doente;  doença sem cura (sem possibilidade de tratamento clínico); sem o transplante o paciente irá morrer;
- o homem vive hoje essa mesma situação - corações doentes, endurecidos, perdendo vida, cauterizados pelo pecado, insensíveis, caminhando p/ morte;
- assim como Israel, que estava distante do Senhor, cativos, derrotados e sem esperança (ossos secos);

- a Palavra dá uma série de exemplos de tipos de coração que agradam ao Senhor:  puro (limpo), sincero, firme, reto, sábio, justo, obediente, contrito, humilde, manso (etc.)
- essas são virtudes das quais o homem está distanciado;  por mais que queira ser assim, a natureza humana tende para o pecado, a frieza e o distanciamento;
- DAVI: Deus diz "achei a Davi, homem segundo o meu coração" (At. 13:22);  Mas Davi reconhece que é pecador e que precisa de um novo coração e clama ao Senhor "Cria em mim um coração puro e renova em mim um espírito reto", "sonda o meu coração e vê se há em mim algum caminho mau" (Sl. 139)

A BENÇÃO DA TRANSFORMAÇÃO
- Deus é poderoso para transformar o coração do homem, o gênio, a personalidade;
- Muitas vezes temos até queremos obedecer, mas temos um coração rebelde  -  Deus pode nos dar um coração fiel e obediente;
- Muitos têm corações amargos e feridos, pelas circunstâncias da vida, das lutas, corações endurecidos, que até ferem as pessoas ao redor, dentro da própria casa - Deus pode nos dar um coração sensível, reto, manso;
- Muitos na sua dureza de coração não conseguem sentir a presença do Senhor e a operação do ES - Deus pode nos dar um coração quebrantado e contrito;
- Muitos têm corações fracos e fraquejam diante da primeira prova; Muitos perdem a fé diante das lutas, de perdas, de circunstâncias desfavoráveis - Deus tem para nós um coração firme!
- Corações tristes, solitários, pessoas deprimidas que não encontram alegria na vida - Deus nos oferece um coração alegre, cheio da alegria da salvação e da benção do ES;
- Deus nos transforma, nos muda e nos molda para sermos felizes na sua presença;

ASPECTOS DO TRANSPLANTE:
(1) É NECESSÁRIO UM DOADOR - ALGUÉM QUE MORRA PARA NOS DOAR UM CORAÇÃO SADIO
- JESUS É O NOSSO DOADOR!!  ELE MORREU POR NÓS!!  SE SACRIFICOU E FOI À CRUZ, DEU SUA VIDA PARA QUE NÓS PUDÉSSEMOS RECEBER A SUA VIDA, O SEU CORAÇÃO SADIO, A BENÇÃO DA SALVAÇÃO E DA TRANSFORMAÇÃO
- Muitas famílias não permitem que os órgãos de seu parente morto seja doado, pois não querem que nada seja retirado de seu corpo, mas Deus entregou seu único filho para ser moído por nós na cruz, não poupou seu filho;

(2) O DOADOR TEM QUE SER COMPATÍVEL
- Jesus se fez homem como nós; Sujeito às mesmas provas; Conhece a nossa luta a nossa natureza;
- Ao morrer por nós, Jesus nos faz FILHOS DE DEUS como Ele também é;  100% compatível;  somos co-herdeiros com Cristo;

(3) A SELEÇÃO
- Nem todos os pacientes portadores de doenças cardíacas incuráveis entram na fila para transplante, pois há uma seleção, diante da alta demanda e pouca oferta;
- critérios como saúde, idade e expectativa de vida são levados em consideração;  para muitos doentes, não há sequer a esperança de um transplante, pois critérios médicos indicam que seria um desperdício;
- mas para o Senhor JESUS TODOS somos importantes;
- não importa se o mundo não te dá valor;  não importa o estado em que vc se encontra; JESUS morreu por cada um de nós e pagou o mesmo preço por todos nós;
- Todo o que Nele crer terá vida eterna;

(4) TEMPO DE ESPERA
- muitos pacientes não chegam a receber um novo coração e morrem na fila de espera, aguardando uma oportunidade, um doador que muitas vezes não aparece;
- nós não tivemos que esperar, pois JESUS se voluntariou para morrer por nós, o sacrifício já foi feito;  Ele não ficou alheio ao sofrimento do doente e veio ao mundo para morrer e curar (salvar) uma humanidade doente;
- Não precisamos esperar sofrendo! A operação é agora, é hoje!!


Pelos nossos feitos, merecemos a condenação. Mas graças a Deus que o Senhor se compadeceu de nós, enviando seu Filho Jesus para nos dar um coração novo e transformar a nossa vida. O Senhor nos diz: "Desfaço as tuas transgressões como a névoa, e os teus pecados, como a nuvem; torna-te para mim, porque eu te remi" (Is 44:22)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...