Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

quinta-feira, 19 de março de 2015

A IMORALIDADE DE BABILÔNIA -NOVELA GLOBAL

A IMORALIDADE DE BABILÔNIA -NOVELA GLOBAL
Não é de hoje que a televisão brasileira choca a grande parcela da sociedade ainda conservadora, com a exibição de programações que vão contra os princípios bíblicos. Na segunda-feira (16/03), a novela Babilônia estreou na Rede Globo com o beijo gay entre as personagens de Fernanda Montenegro e Natália Timberg. Se algum tempo atrás as emissoras realizavam pesquisas antes de apresentar cenas desse tipo, que hoje já se tornaram banais com os diversos “casais homoafetivos” que já foram retratados nas novelas, como o casal Félix e Niko de “Amor à Vida” e Clara e Marina, de “Em Família”, a homossexualidade foi se tornando habitual e aceita por parte da sociedade que já não a vê mais com surpresa e indagação.



Além disso, a boa parte do reportório das novelas, minisséries e programas de televisão é composto por uma série de comportamentos que influenciam de forma negativa a vida das pessoas, como: inveja, ambição, incesto, prostituição, idolatria, entre outros.

Para o pastor Antonio Junior, programações como “Babilônia” trazem maldade e pecado para os lares, colocam os espectadores na roda dos escarnecedores, atrapalham uma vida de consagração a Deus, representam comunhão com as obras de Satanás, poluem as nossas mentes e divulgam todo tipo de pecado que o cristão deve rejeitar. O pastor faz uma citação em seu blog, “Jesus está voltando em breve. Devemos abandonar todas as obras das trevas”. Além disso, Antonio Junior questiona “Vamos obedecer a Palavra de Deus e fugirmos do pecado, ou será que já estamos tão adormecidos pelos vícios deste mundo que não conseguimos mais ouvir a voz de Deus?”

O quadro “Galinha Convertidinha”, exibido no programa “Tá no ar”, da emissora que pertence à família Marinho, foi parar na Justiça. Segundo o deputado Marcelo Aguiar (DEM-SP) o quadro agrediu a liberdade religiosa professada pelos evangélicos.

O pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, disse que a Rede Globo é a maior patrocinadora da imoralidade e do homossexualismo no Brasil. Mas não é só a Rede Globo que dissipa confusão e iniquidade através das produções dramatúrgicas que “invadem” o lar das pessoas.  Os valores contrários à Bíblia estão espalhados por toda a programação da televisão, mundialmente. Cabe somente ao telespectador analisar e decidir o que é válido para sua vida ou não.


Mesmo com tanta repercussão de Babilônia e outras muitas novelas que são criticadas pelos cristãos, vale lembrar que a opção está nas mãos de quem assiste: o controle remoto. O alarde feito cada vez que uma cena “imprópria” é exibida, é reversa. A propagação disso, ainda que negativa, nas redes sociais acaba gerando polêmica e audiência. O movimento inverso de não se falar do assunto e desligar a TV ou trocar de canal, seria muito mais positivo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE