Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

Série de Estudos Sobre a 5ª Medida

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

MARANATA É UMA SEITA? RESPOSTA AOS OPOSITORES


Queremos deixar claro que esse estudo tem o objetivo de tirar duvidas de alguns novos na fé que facilmente se enganam do que falam contra a  Igreja Cristã Maranata, esse estudo foi criado para explicar o que é seita e que a ICM não se encaixa em nenhum perfil de Seita, leiam o estudo para melhor compreensão do assunto, pois existem muitos sites que estão criando mentiras para denegrir a imagem de uma igreja seria que é a (ICM).

O que  é seita?

Seita, do latim secta, significa um partido ou grupo que segue uma doutrina que diverge da opinião geral do cristianismo. Do ponto de vista cristão, claro. Heresia é o ato de um indivíduo ou de um grupo afastar-se do ensino da Palavra de Deus, normalmente aceito, e adotar e divulgar suas próprias idéias, ou as idéias de algum líder sobre a religião professada.



Você já foi enganado alguma vez? Talvez isso tenha acontecido à porta de sua casa, quando algum vendedor treinado para persuadir e usando de artimanhas o fez comprar algo inútil. O engano é geral! Há engano em todas as áreas da vida, e especialmente no setor religioso! Vivemos numa época em que muitas seitas se propagam em velocidade inacreditável. Os representantes das seitas sabem muito bem como podem vender suas heresias a pessoas de boa-fé por meio de palavras convincentes. Muitas vezes as seitas apelam para a Palavra de Deus e usam o nome de Jesus Cristo. Em um primeiro momento, freqüentemente, suas palavras parecem convincentes e verdadeiras. Mas: Cuidado – é engano! A Bíblia nos adverte seriamente a respeito: "Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora" (1 João 4.1).
De que consiste a diferença entre uma seita e a verdadeira fé bíblica em Jesus Cristo? Como se reconhece uma seita? Faça a prova com três perguntas:


1. Quem é Jesus Cristo?

As seitas negam a pessoa do Senhor Jesus – elas falam de um "Cristo cósmico" ou negam a Sua soberania divina. Nelas não é Jesus que está no centro, mas a pessoa do seu "guia", "profeta", "apóstolo"ou "guru". Entretanto, a Bíblia declara que Jesus Cristo é o único Deus verdadeiro. Ele se tornou homem para morrer na cruz por todos os homens. Ele ressuscitou corporalmente e vive por toda a eternidade (1 João 5.20; Colossenses 2.9; Marcos 10.45 e 1 Coríntios 15.3ss).

2. O que é a Bíblia?

Muitas vezes as seitas usam, de fato, partes da Bíblia, mas além dela ainda têm as suas doutrinas especiais, "novas revelações" e "visões", que colocam no mesmo nível da Palavra de Deus, a Bíblia. Porém, a própria Bíblia legitima-se como a Palavra de Deus inspirada. Tudo o que precisamos saber sobre Deus, sobre Jesus Cristo e Seu grandioso plano com este mundo e com nossa vida é revelado exclusivamente pela Sagrada Escritura (2 Timóteo 3.16). Deus nos adverte para não irmos além do que está escrito na Bíblia (Apocalipse 22.18-19; 1 Coríntios 4.6).

3. Como posso encontrar a Deus? Como alcanço a vida eterna?

As seitas condicionam a salvação à filiação a sua organização. Seus membros devem treinar certas práticas de meditação ou cumprir outras normas de conduta. A Bíblia, pelo contrário, ensina: você é salvo e recebe a vida eterna de Deus única e exclusivamente pela fé pessoal em Jesus Cristo e por Sua graça (João 3.16; 14.6; 1 Timóteo 2.5; Atos 4.12).
Cuidado para não cair nas armadilhas de qualquer seita. Por isso, informe-se. Leia a Bíblia. Conheça a Jesus Cristo e confie nEle! O Seu amor vale também para você. Ele quer trazer luz às trevas de sua vida. Jesus Cristo diz: "Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas, pelo contrário, terá a luz da vida" (João 8.12).
Você pode vir a Ele em oração e pedir-Lhe que assuma a direção de sua vida. Ter a Jesus significa ter vida verdadeira, vida com significado, vida eterna com Deus. (Peter Bronclik -http://www.chamada.com.br)


O texto acima é um estudo do Dr. Peter Bronclik, publicado em 1999 na revista Chamada da Meia Noite. Seus conceitos são aceitos como identificadores de uma seita. Outros parâmetros comuns às seitas são:

1 - EXCLUSIVISMO - só na seita há salvação, são os únicos detentores da verdade e a única igreja que segue os preceitos de Jesus Cristo. Proíbem a comunhão com servos de outras denominações cristãs;

2 - SECTARISMO - Creem apenas em determinadas partes da Bíblia e colocam no mesmo patamar da Palavra de Deus os escritos de seus líderes. Ex: Mórmons e Adventistas;

3 - INTERPRETAÇÃO DAS ESCRITURAS - Somente eles sabem interpretar corretamente as escrituras, os demais são hereges ou infiéis.

O QUE É HERESIA?

Heresia, da palavra grega háiresis, pode significar opção, seleção ou preferência. Consiste em uma ideia ou doutrina aceitos por um grupo que o afasta da Palavra de Deus como é aceita no meio evangélico. Note que o conceito foi aplicado ao meio evangélico apenas.

O QUE É APOSTASIA?

É o abandono da fé genuína em Cristo Jesus e no seu evangelho, que pode ser causado por doutrinas heréticas ou simplesmente pela recusa em continuar na presença do Senhor.

AS DOUTRINAS DA IGREJA CRISTÃ MARANATA SÃO HERÉTICAS?

A Igreja Cristã maranata professa a crença em Jesus Cristo como único e suficiente Salvador, crê no batismo com o Espírito Santo e na maioria das doutrinas de cunho dispensacionalista. São pre-tribulacionistas e creem que a última trombeta a ser tocada é a quarta trombeta do apocalipse, havendo sérias dissenções entre os doutrinadores nessa parte.

Creem no clamor pelo sangue de Jesus, o que não consideramos anti-bíblico, porque em Hebreus está escrito "Portanto, tenhamos ousadia para entrar no  Santo dos Santos pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que Ele nos consagrou... (Hb. 10:19 e sgs). A invocação do sangue de Jesus inicia os cultos e ocorre para perdão dos pecados e em momentos de oração. Quanto a isso, é comum no meio evangélico pentecostal a invocação do sangue de Jesus quando confrontados com situações difíceis, com o adversário ou qualquer problema grave. Ou seja é bíblico.

Creem nos dons espirituais, o que também é comum no meio evangélico pentecostal, na unção para o ministério da Palavra, o que ocorre também no meio evangélico pentecostal. E também é Bíblico!

O assunto da Consulta à Palavra de Deus já foi analisado neste blog.

Se a Igreja Cristã Maranata fosse considerada uma seita, que igreja evangélica pentecostal escaparia? E as neo pentecostais? Creio que tampouco as tradicionais escapariam.

Ou seja Fica Claro NA Luz da Palavra de Deus que tudo que a Igreja Cristã Maranata Prega e vive esta na Palavra de Deus,todas as doutrinas nela pregadas estão nas sagradas escrituras vividas pelos servos do passado. 

Se caso ha alguma duvida sobre alguma doutrina que a Igreja Cristã Maranata prega, nos temos aqui no Site uma pagina sobre as Doutrinas básicas, onde explica claramente na luz da Palavra de Deus e nessa pagina explica detalhadamente sobre cada doutrina. Link abaixo

Link:
http://www.palavrareveladaoficial.com.br/p/doutrinas-basicas.html

A Base da Pregação da Igreja Cristã Maranata esta no seu própio nome ( O SENHOR JESUS VEM),  
A palavra ANÁTEMA:
Vem do grego: ἀνάθεμα (anátema) que significa: "maldito”.

A palavra MARANATA:
Vem do Aramaico (seja מרנא תאmaranâ' thâ' ou מרן אתאmaran 'athâ') e significa: “nosso Senhor vem". Tem o sentido do anúncio da execução de um juízo. A expressão era muito usada pelo povo de uma cidade que aguardava a chegada do seu rei aclamando a sua vinda com a expressão: “nosso Rei vem”.

1.      MARANATA, O SENHOR JESUS VEM! – UM PROJETO
Cada organização religiosa possui o nome que identifica sua missão. Alguns são identificados pela forma de batismo, outros pela estrutura organizacional que possuem e outros pelos usos e costumes.
Nós fazemos parte de uma organização religiosa que possui o nome Maranata. Um nome não muito comum para ser dado a uma organização religiosa como as demais que existem, mas foidado por revelação do Espirito Santo. Esse nome foi dado para entendermos o projeto de Deus para nós neste o momento atual. 

2.      Fomos chamados para pregar a mensagem identificada pelo nome Maranata. Ainda que outros grupos religiosos também preguem isso, o compromisso deles é diferente do nosso. Nosso compromisso é com o momento profético relacionado aos sinais para a igreja e para o mundo, assumido por nós diante do Senhor de anunciar a sua vinda para buscar a sua igreja.

3.      O nosso chamado para pregar esta mensagem ao mundo é um chamado por fé.

Temos um nome que está identificado com o momento profético atual da igreja e fomos chamados para discernir esse momento. Estamos identificados com esse momento.
Consideramos o nosso chamado com uma diferença, porque o nosso preparo para isso é diferente, a nossa mensagem é diferentea doutrina também é diferente, porque ela é revelada pelo Espirito Santo e está além da letra.
Escolhemos e aceitamos esse projeto para pregarmos diante da Igreja, da família, do Espírito Santo, diante do mundo e diante dos grupos religiosos.
Eles têm suas diversas doutrinas e ensinos cujo propósito revela outro projeto, mas o nosso propósito revela um projeto que é anunciar que Jesus virá.

4.      O nome Maranata apenas como rótulo pode até ser retirado, mas o importante é o significado desse nome na nossa forma de vida. Fomos chamados para dizer ao mundo que o Senhor Jesus virá. Isso não fazemos com palavras, mas com forma devida revelada pelo Espirito Santo.

O nome Maranata identifica a mensagem do nosso chamado. Esta doutrina envolve todo o momento profético relacionado com o tempo presente que antecede o arrebatamento da igreja.
Nossa ênfase hoje é a mensagem que nos identifica: Maranata! O Senhor Jesus vem!
A Obra do Espirito Santo tem uma missão a cumprir, pois tem uma mensagem, uma ênfase para o momento: Maranata! O Senhor Jesus vem!

(DESENVOLVIMENTO DO ASSUNTO) RESPOSTA:

I – O QUE MOTIVOU PAULO A USAR A PALAVRA MARANATA CITADA NA PRIMEIRA CARTA AOS CORÍNTIOS CAPITULO 16, VERSO 22:
Paulo tinha recebido cartas sobre o desvio de conduta da igreja em Corinto, estava havendo dissensão e divisão na igreja. Os capítulos 11 a 15 revelam uma verdadeira discórdia entre os irmãos com relação a várias questões doutrinárias, tais como: a ceia, corpo, dons espirituais e a ressurreição da igreja. Isso então o motivou a escrever este versículo à igreja.
Carnalidade e dissenções: I Cor.3:3
Ceia:                                  I Cor. 11:29-30
Dons Espirituais:               I Cor. 12:1-3
Dons na carne:                  I Cor. 13:1 (o amor é o Espirito Santo)
A ordem no culto:             I Cor 14:39-40
A ressurreição e o Arrebatamento: I Cor 15:12-14 // I Cor 15:51-52

Ao escrever à igreja que estava em Corinto, Paulo fala sobre doutrinas tais como Igreja corpo de Cristo, Batismo com o Espírito Santo, dons espirituais, e, no capítulo 15, fala sobre o arrebatamento da igreja e a ressurreição do ultimo dia (I Co 15:52). – Paulo falou sobre estes assuntos para que a igreja em Corinto estivesse apercebida da volta do Senhor Jesus. 

Paulo ouviu relatos preocupantes sobre os crentes da igreja de Corinto, tais como: cheios de orgulho e tolerando a carnalidade na igreja; uso indevido dos dons espirituais; mal-entendido das doutrinas; divisões na igreja em grupos leais a determinados líderes; litígio entre irmãos e entrada de falsos crentes no meio da igreja.

Para tanto, Paulo deu instruções à igreja de Corinto acerca de vários assuntos e doutrinas, como a sabedoria de Deus, os dons espirituais, o caráter e o alvo da pregação da Palavra de Deus, acerca do pecado no meio da igreja, idolatria, ceia, igreja corpo de cristo, ressurreição dentre outros, e tudo com a finalidade de exortar essa igreja sobre a maneira correta de lidar com as condutas impróprias dentro da igreja.

2 – FAZER UMA ASSOCIAÇÃO ENTRE O USO DA PALAVRA ANÁTEMA E O USO DA PALAVRA MARANATA NO TEXTO ACIMA.

2.a. USO DA PALAVRA ANÁTEMA

Paulo usa a palavra anátema no contexto de quem não ama a volta do Senhor Jesus. A falta do amor pela volta do Senhor Jesus caracteriza uma mensagem voltada para objetivos terrenos e materiais. Isso causa divisões e dissenções na igreja. Amar a Jesus somente para as coisas desta vida presente não traz bênção, mas maldição.

Falar pela carne: ANÁTEMA – I Cor 12:3a
Falar pelo Espirito Santo: MARANATA. – I Cor 12:3b
“Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema! E ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, senão pelo Espírito Santo”.

Outro Evangelho: ANÁTEMA – Gal. 1:8
“Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema”.

Evangelho de Paulo: MARANATA –  I Cor 16:22
“Se alguém não ama o Senhor Jesus Cristo, seja anátema; Maranata”!

2.b. USO DA PALAVRA MARANATA
O uso da palavra Maranata está no contexto de quem ama a volta do Senhor Jesus.

O grande amor da igreja pelo Senhor Jesus está ligado à expressão da palavra aramaica Maranata, usada por Paulo no texto citado, que significa: nosso Senhor vem. Esse amor liga tão intimamente a igreja ao Senhor Jesus que seu maior desejo é que Ele venha logo para busca-la, conforme prometeu em João 14:3 – “...virei outra vez...”.

A igreja expressa esse amor juntamente com o Espirito Santo em Apocalipse 22:17 – “O Espírito e a Esposa dizem vem...” e confirma esse desejo no verso 20b dizendo; “...amém, ora vem Senhor Jesus”.
Cada “amém” pronunciado pela igreja revela seu discernimento das profecias se cumprindo e fazendo pulsar seu coração pelo anseio pela volta do Senhor.

O sentido dado por Paulo à palavra Maranata, está relacionado ao amor pela vinda do Senhor Jesus que ele, antes de sua partida, se assegurou da recompensa desse amor ao se referir à coroa da justiça, que o Senhor Jesus, o Justo Juiz tem, não só para ele, mas para tantos quantos amam a Sua vinda. II Tim. 4:8. Anunciar ao mundo esta mensagem é uma prova que damos de que verdadeiramente amamos a Jesus.




LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...