Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

CONSULTAR A PALAVRA NÃO É BIBLIOMANCIA OU HERESIA

CONSULTAR A PALAVRA NÃO É BIBLIOMANCIA OU HERESIA
Após ver em um blog criticar asperamente a consulta à palavra, relegando-a a heresia e bibliomancia, resolvemos tecer alguns comentários, que obviamente estão abertos à crítica. Obviamente, farei a defesa da doutrina da consulta à palavra.



INTRODUÇÃO

Consultar a Palavra de Deus é abrir a Bíblia procurando saber do Senhor se determinado dom espiritual procede do Espírito Santo ou se determinada decisão a ser tomada está de acordo ou pelo menos não contraria a vontade de Deus.
Convém registrar que tanto Saul quanto Davi sempre consultaram o Senhor por intermédio do URIM e TUMIM, pedras que ficavam no peitoral do sacerdote levítico. Tais consultas buscavam uma orientação do Senhor para assuntos sérios, e não descartavam a profecia falada ou visões dos profetas.

 A CONSULTA À PALAVRA DE DEUS

Na igreja Cristã Maranata, a consulta à palavra assume nítida importância, pois os dons espirituais podem ser confirmados através desse procedimento. Consiste em fazer uma oração em que se clama pelo sangue de Jesus (falaremos disso mais tarde) e se pede o perdão dos pecados e a comunhão com o Espírito Santo e pede-se ao Senhor que confirme o dom espiritual, geralmente visão, revelação ou profecia, através da Palavra de Deus.

Tal prática, longe de ser uma heresia, vem sendo utilizada por outras denominações como Assembléia de Deus e Deus é Amor e outras igrejas pentecostais ou tradicionais. Lógico que o procedimento varia. Coube à igreja maranata elevar esse procedimento à condição de doutrina básica e fundamental e, se bem utilizada, observo ser de grande valia.

Na Bíblia, há exemplos de servos que jogaram sortes para escolher um apóstolo, no caso Matias. Jesus, quando entrou na sinagoga de nazaré, abriu a palavra no capítulo 61 do Livro do Profeta Isaías e uma profecia se cumpriu aos olhos de todos.

Observo não só na igreja maranata, como em outras denominações, que consultar a Palavra, ou pedir uma confirmação da Palavra, ou tirar a Palavra de Deus para uma confirmação é prática comum em diversas igrejas pentecostais.

Nesse contexto, heresia seria, resumidamente, uma prática ou ensino contrário às escrituras. Vejamos: consultar o Senhor era algo largamente utilizado no antigo testamento. No novo testamento, as escrituras confirmaram quem era o Senhor Jesus, qual o Espírito que estava sobre Ele e qual era a sua missão (Is 61, Lc 4:18), e nada impede que essa confirmação aconteça novamente, acerca do espírito que está falando, ou da própria profecia, pois é o Senhor quem manda provar os espíritos e a sua Palavra é infalível. No novo testamento, precisamente no Livro de Atos, o apóstolo escolhido para substituir Judas Iscariotes foi escolhido lançando-se sortes. Ou seja, Deus fala. Fala pelos dons, utilizou a mula de Balaão, espantosamente usou o rei Saul (está Saul entre os profetas?), também pode falar através da Palavra de Deus. Ademais, um dos dons espirituais é a palavra revelada.

BIBLIOMANCIA

Rejeito a comparação entre Consulta à Palavra de Deus e Bibliomancia, por razões óbvias. Bibliomancia é um conceito emprestado da cartomancia, arte de ler as cartas.
Nesse caso, as cartas são símbolos que, combinadas, podem até mesmo predizer o futuro, descrever o passado das pessoas, o presente, seus gostos, desejos e aspirações. Evidentemente, se o leitor das cartas possui um espírito familiar, então estamos diante de mediunidade, o que não é incomum. Já a consulta à Palavra de Deus não se presta a predizer o futuro, o passado ou o presente, também não diz nada acerca dos planos e desejos de quem quer que seja. A consulta à Palavra de Deus é utilizada basicamente como confirmação de dons espirituais. Portanto, a comparação não é apenas grosseira e de mau gosto, é tendenciosa e injusta, mesmo porque o Senhor pode falar pela sua Palavra, assim como pode falar usando um profeta (alguém que tem o dom de profecia) ou até mesmo uma circunstância como a pregação da Palavra ou um louvor.

CONCLUSÃO

Portanto, a consulta à Palavra de Deus, seja qual for a denominação ou servo que a utiliza, produz seus efeitos. É uma bênção que não está circunscrita aos membros da igreja maranata, mas é utilizada em qualquer denominação e pertence à igreja fiel, genuina obra de Deus, não importando a denominação.

Portanto, rejeito o tratamento dispensado pelo blog à consulta à Palavra de Deus. Buscar uma confirmação dos dons espirituais através da Palavra é absolutamente correto, mas pode-se pedir ao Senhor uma confirmação por outro dom espiritual também.

Rejeito, também, irmãos ignorantes (no sentido de falta de conhecimento) que criticam a consulta à Palavra de Deus, criticam dons espirituais e revelações, criticam a igreja maranata porque teve uma experiência de que um dom falhou. Ora, isso é uma bobagem. No antigo testamento havia falsos profetas, que profetizavam vaidades. Profetadas e revelagens, profecias que não são do Senhor podem ocorrer e ocorrem em qualquer denominação. Já vi e ouvi experiências nesse sentido em minhas andanças por várias denominações. Mas há profecias que se cumprem, ainda há profetas atualmente, e o Senhor usa quem Ele quer.

Crucificar a igreja Maranata, que separa uma oportunidade, uma experiência,  para dizer que uma revelação não se cumpriu é um engodo. Mais uma vez o vale-se de uma falácia, de um argumento mentiroso. Eis o esquema: uma profecia falhou é a premissa, a conclusão é que as profecias da igreja maranata sempre falham. Não poderia haver absurdo maior, pois todos que frequentam a igreja maranata podem apontar muitas profecias que se cumprem todos os dias.

Ainda tem a coragem de publicar que o seu canto é de dores. Tenho certeza que não é. Quem ele é? Fale de sua dor para que o conheçamos e o aprovemos. O seu canto é o da discórdia, é o da contenda, é o da acusação fácil  e sem propósito, é o da malícia. Ele é mestre da falácia, da arte de enganar falando meias verdades. Não adianta dizer que quer abrir os olhos dos maranáticos e icemitas. O que ele quer é destruir uma denominação de sucesso, que pode ter seus erros, é bem verdade, mas tem muito mais acertos.

Se fosse honesto, faria uma comparação desarmada da igreja Cristã Maranata com outras denominações, compararia erros com acertos. Mas ele não é honesto. Por isso, deve ser combatido e denunciado. Esse site foi criado justamente porque não suporta a verdade, não suporta ser contrariado, não suporta ser contestado, não permite em seu site que se diga uma verdade que o incomode. Pois bem, estamos suprindo essa deficiência telemática. Pobre família que tem de suportar uma pessoa cujo objetivo de vida é destruir uma denominação e um pastor. Pobre coitado.



Trata-se de uma pessoa arbitrária, nem é honesto com o que diz. Certamente que mais cedo do que pensa a máscara cairá.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE