Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Os que viram a Crucificação

Os que viram a Crucificação

"E o povo estava olhando. E também os príncipes zombavam dele, dizendo: Aos outros salvou, salve-se a si mesmo, se este é o Cristo, o escolhido de Deus. E também os soldados o escarneciam, chegando-se a ele, e apresentando-lhe vinagre." Lucas 23:35-36

"E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo, e a nós. Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação? E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez. E disse a Jesus: Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino. E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso." Lucas 23:39-43

1- Introdução

Para o Senhor Jesus era o fim de uma longa caminhada: vigílias em oração, incompreensão, desamparo pelos discípulos, traição e só caminhava para o Gólgota, como o homem desprezado o mais indigno dos homens, segundo Isaías 53.
Retiraram seu manto, coroaram sua fronte com espinhos. Crucificaram o Senhor entre dois malfeitores.
Quanto ao Senhor, não abriu a sua boca como dele estava profetizado em Isaías 53, a não ser para interceder pelos seus algozes: "Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem."
A Palavra faz uma análise dos grupos de pessoas que presenciaram a crucificação do Senhor...



2- O Povo Olhava

O quê eles olhavam? - Três vidas crucificadas, angustiadas pela dor. O povo quer ver cenas; um acidente, um incêndio, um ato de vandalismo, maldade, o povo olha.
O ponto central era o Senhor Jesus e o povo o olhava, uma contemplação vazia, estéril. Junto aos sacerdotes eles gritavam crucifica-o.
Era o olhar sem arrependimento o olhar do povo, da multidão, sem personalidade, convicção, discernimento. É o vulgo que se agita, se inflama sem personalidade.
A grande multidão hoje olha para Jesus e vê apenas seu martírio físico, seu sofrimento. A multidão não vê a salvação em Jesus. A grande multidão hoje tem um olhar indiferente e insensível para a Obra do Espírito Santo.

3- Os Príncipes Zombavam

Em que consistia a zombaria? - Salvou os outros e não pode salvar a si mesmo.
Os príncipes eram os chefes religiosos. Eles zombavam no tocante a salvação, porque eles entendiam de religião, lei - "Deve morrer porque se fez Filho de Deus."
Pronto, a lei, no entanto desconheciam o legítimo Filho de Deus, Deus Homem. De salvação, graça, não entendiam nada. Ficaram com a lei que mata e Jesus que veio dar-lhes vida, rejeitaram, provam isto crucificando o Rei da Glória e a Palavra diz que se eles conhecessem, soubesse quem era Jesus, nunca o teriam crucificado.
São os religiosos que zombam do sacrifício de Jesus vivendo em pecado. Tratam as coisas do Senhor sem compromisso. Gostam de cargos na religião mas não fazem parte do Reino do Rei Jesus.
"Salvou aos outros e a si mesmo não pode salvar-se."

4- Os Soldados Escarneciam

Próprio da classe, sem Deus, só sabiam acrescentar a dor ao que sofria e aos que sofrem. Eles queriam estar bem com os "príncipes", então se uniram a eles na esperança talvez de um melhor soldo.
Agem apenas segundo seus interesses. Só buscam quando querem algo, só são fieis na presença dos "príncipes". Não se preocupam com os dados de suas ações.

5- Um dos Malfeitores Blasfemava

Mesmo estando dividindo a mesmo destino que Jesus, ele se achou em condições de blasfemar. O orgulho deixou ele cego para sua real situação.
È o pecador que se aproxima de Jesus mas não consegue deixar seu orgulho, permanece com um coração duro. Sempre que o homem perde o controle de seus sentimentos ele corre um grande risco de blasfemar, pecar contra Deus. O homem irado fica cego para a sua real situação.

6- O Outro Malfeitor

Tipo do pecador que é salvo.
Repreende o primeiro, reconhece seu pecado, identifica-se como pecador:
Este é o caminho para a salvação:
Romper com o Homem Natural
Não aceitar a Religião
Reconhecer seu estado de Pecador e Necessitado
Reconhecer a Importância de Jesus em sua Vida

Transformar este reconhecimento em Atos: Orou (era tudo o quer podia fazer)

Ele foi Salvo

7- Conclusão

A Palavra revela neste texto cinco tipos diferentes de pessoas em que estaremos incluídos:
Observador
Zombador
Incrédulo
Necessitado

Qual é a nossa posição hoje dentro deste grupo?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE