Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

CURTA NOSSA PAGINA NO FACE

ESPECIAL REFORMA PROTESTANTE

domingo, 13 de abril de 2014

JERUSALÉM - UM CÁLICE DE TONTEAR

"Eis que eu farei de Jerusalém um copo de tremor para todos os povos em redor, e também para Judá, durante o cerco contra Jerusalém. E acontecerá naquele dia que farei de Jerusalém uma pedra pesada para todos os povos; todos os que a carregarem certamente serão despedaçados;
JERUSALÉM - UM CÁLICE DE TONTEAR   e ajuntar-se-ão contra ela todo o povo da terra. (Zc 12.2-3)"


O jornalismo internacional é farto em notícias a cada dia, essencialmente nos tempos atuais com o mundo globalizado e a velocidade espantosa de veiculação das informações. Hoje, graças aos recursos tecnológicos, temos acesso a tudo que acontece no mundo praticamente em tempo real.   Mas o que chama atenção nas últimas décadas é o fato de um pequeno país ser citado todos os dias nos telejornais e demais veículos de informação. Trata-se de Israel, o povo escolhido de Deus. Esta pequena nação tem sido um cálice de tontear, uma pedra de tropeço para as nações que se vêem às voltas com o conflito árabe-israelense pois vários países estão envolvidos no processo de paz que se arrasta desde o retorno dos sionistas a sua terra. E isto foi profetizado em Zc 12.2-3.



Porém Deus escolheu esta pequena nação desde o princípio, conforme a promessa feita a Abraão. "Quanto a mim, eis a minha aliança contigo: serás o pai de muitas nações (Gn 17.4)". E o Senhor ao longo dos séculos vêm cumprindo o que tem determinado em Seu coração para com este povo.   Desde a aliança inicial Deus tem conduzido este povo com Seu grande amor. Sempre que Israel se voltou para o Senhor Ele agiu com misericórdia, protegendo o Seu povo e livrando-o de qualquer perigo, com vitórias épicas em batalhas que somente pelo poder de Deus Israel poderia ter vencido,   já que normalmente lutava com número bastante inferior de homens em relação aos seus inimigos. Sempre que Israel seguiu os princípios, e as leis do Senhor teve prosperidade e vitória nas batalhas. Porém, em várias situações este povo foi vencido por outras nações, mas estas derrotas ocorreram não pela maior força humana dos adversários, mas sim pela desobediência aos mandamentos de Deus e as abominações cometidas contra o Senhor (idolatria, prostituição, etc). Infelizmente essa é uma tendência do homem, portanto não cabe a nós julgarmos os erros deste povo, já que como humanos estamos suscetíveis a maldade, pois o príncipe deste mundo está ao nosso derredor em busca de oportunidades para nos derrubar.


Atualmente o povo judeu é perseguido ferozmente, principalmente em outros países, o anti-semitismo tem se disseminado de maneira assustadora, e a imprensa mundial muitas vezes tenta condicionar a opinião pública enfatizando ataques israelenses à Palestina, dando a entender que o povo árabe seria vítima da "maldade judaica". O ódio contra este povo é histórico e temos vários exemplos, sendo o maior deles a Segunda Guerra Mundial onde milhões de judeus foram exterminados nos campos de concentração. Porém Deus também profetizou sobre o retorno de seu povo à sua terra. "Mas: Vive o Senhor, que fez subir os filhos de Israel da terra do norte, e de todas as terras para onde os tinha lançado; porque eu os farei voltar à sua terra, a qual dei a seus pais. 
(Jer 16.15)" Esta profecia se cumpriu em 1948 com a formação do estado judaico, provando mais uma vez a fidelidade da palavra de Deus para com Seu povo.


Agora porque muitas nações se voltarão contra Israel no final dos tempos tentando aniquilar este povo? Porque o plano de Deus inclui o retorno de Jesus em glória para salvar o seu povo na grande batalha, final: o Armagedon. "E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escrito o nome de seu Pai. (Ap 14.1)".


Então, seguindo um raciocínio lógico a única maneira de impedir o retorno de Jesus para buscar o seu povo seria aniquilar o mesmo. O que Jesus viria fazer se fosse para cumprir o que está escrito na palavra e Seu povo não existisse mais? Por este motivo fica fácil entender que a tendência é um aumento progressivo do anti-semitismo até os tempos finais, já que como príncipe deste mundo satanás conduzirá as nações contra Israel buscando varrê-la do mapa. Mas Deus está no controle, Ele protegerá os escolhidos com Sua mão poderosa. Não há esperança para o diabo, ele já é vencido porque Jesus ressuscitou, venceu a morte, o pecado, se fez maldição por todos nós, cumpriu a lei e nos dá a vida eterna através da fé, da graça. "Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória? (I Co 15.55)".


Mas qual deve ser nosso posicionamento em relação a essa questão, esse conflito árabe-israelense? Se queres uma sugestão meu amado irmão, posicione-se sempre a favor de Israel, pois Deus nos instrui a fazermos isto. Se você quer as bênçãos do Senhor sobre a tua vida coloque os joelhos no chão e clame ao Senhor por este povo. "E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra. (Gen 12.3)".


Existem muitos cristãos que atacam os judeus por estes não terem aceitado Jesus como o messias prometido por Deus, porém devemos lembrar que isto também fez parte do plano do nosso Senhor para que através da rejeição judaica a Cristo nós pudéssemos receber o evangelho e a salvação. A palavra de Deus é bem clara a respeito disso: "Digo, pois: Porventura tropeçaram, para que caíssem? De modo nenhum, mas pela sua queda veio a salvação aos gentios, para os incitar à emulação. (Rm 11.11)".


Deus realmente é maravilhoso, apesar de Ele ter escolhido inicialmente o povo de Israel, estendeu a todos os povos a salvação, através do sacrifício perfeito e da ressurreição de Seu filho Jesus e recebemos essa redenção crendo nesta verdade, e recebendo a graça e o amor do nosso Senhor. Por fim um versículo que resume o plano de Deus para que todos fossem atingidos pelos Seu amor e graça: "Porque Deus encerrou a todos debaixo da desobediência, para com todos usar de misericórdia. (Rm 11.32)". Somente a unção do Senhor é capaz de nos fazer entender a sabedoria superior e elevada do nosso Deus.


Amados, oremos por Israel!


Que a paz do Senhor seja sobre vós!


por Wallace Oliveira Cruz



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...